Febre amarela

2ª fase de campanha contra febre amarela é prorrogada

Como 75% da população da Zona Norte imunizada contra a febre amarela – de uma população de aproximadamente 2 milhões de pessoas – a Secretaria Municipal de Saúde da Capital estendeu a segunda fase da campanha até o próximo dia 16 de março. Na região, 1.910.695 receberam a vacina. Até a tarde da última sexta-feira (2), a pasta não havia informado mudanças na campanha, conforme publicamos em reportagem no mesmo dia.

Casos autóctones na Zona Norte

Ainda no fim da tarde de ontem (3), a Secretaria informou que foram confirmados três novos casos autóctones, quando o vírus da febre amarela é adquirido no município de residência. Um deles evoluiu para óbito. Até o momento, são oito casos autóctones, com quatro mortes.

Os registros são de homens moradores ou que passaram pela região. Casos registrados no Mandaqui e Cachoeirinha tiveram tratamento finalizado e receberam alta. Um homem de 55 anos, do Tucuruvi, teve a morte confirmada.

 

“Os cinco casos confirmados anteriormente incluem uma mulher de 33 anos e um homem de 29 anos. Em outros três registros, a doença evoluiu para óbito: uma mulher, de 55 anos, e dois homens, de 24 e 34 anos, respectivamente”, informou a Secretaria em nota.

Importante: todos esses casos, de acordo com a pasta, são do tipo silvestre da febre amarela, adquirida em regiões de mata.

Desinformação

Quem ainda não foi tomar a vacina reclama da desinformação. Desde o início de fevereiro, agentes de saúde têm realizado o trabalho de “rescaldo” para localizar o público que ainda precisa tomar a vacina. A medida inclui ação casa a casa e a criação de postos volantes. Mas pelo que se tem visto, não são todos os bairros da região que receberam a visita dos agentes. Algumas pessoas foram até os postos e voltaram sem tomar a vacina, pois não haviam recebido a “senha” entregue em casa.

Fila em posto de saúde em Santana (19/1)

De acordo com a Secretaria, “o atendimento é feito mediante apresentação de senha, entregue em casa aos munícipes atendidos pelas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) ou então retirada na recepção das unidades para os pacientes que não são atendidos dentro do programa ESF, ou então que, porventura, não tenham recebido a senha em sua residência”.

A pasta informa que os distritos que recebem a campanha são escolhidos de acordo com a localização, se são próximos às áreas de risco de contato com o vírus.  “O objetivo com o novo prazo para os moradores dos distritos que integram esta etapa é o de ampliar a cobertura vacinal nestas áreas, consideradas prioritárias”, informou a Secretaria. Na cidade, 53% do público-alvo foi vacinado, com 2.138.663 doses aplicadas de um total de 3,9 milhões nessa fase.

Zona Norte tem 90 postos

Segundo a Coordenadoria de Saúde Norte, nessa semana a Secretaria voltou a abastecer 90 postos locais com a vacina, para que toda a população fosse atendida.

Durante a campanha, iniciada em setembro, filas gigantescas, falta de vacinas, quebra-quebra, distribuição de senhas, casa a casa, dias “D” e muita desorganização. Após um período tumultuado e duas fases de campanha – agora prorrogada -, a saga da vacina contra a febre amarela chega a uma fase de calmaria, porém, com informações desencontradas. A distribuição de senhas leva em conta a capacidade operacional de cada unidade.

237 óbitos no país

O Ministério da Saúde atualizou na quarta-feira (21/2) as informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde sobre a situação da febre amarela no país. No período de monitoramento (de 1o de julho de 2017 a 20 de fevereiro de 2018), foram confirmados 723 casos de febre amarela no país, sendo que 237 vieram a óbito. Ao todo, foram notificados 2.867 casos suspeitos, sendo que 1.359 foram descartados e 785 permanecem em investigação, neste período.

O Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação da população de São Paulo, sendo que a recomendação é que o Estado continue vacinando até atingir alta cobertura.

Até o fechamento desta edição, a Coordenadoria de Saúde Norte não havia respondido sobre como será o procedimento da vacinação na Zona Norte, com o término da segunda fase da campanha.

Recomendamos que os leitores acompanhem a lista das unidades que disponibilizam a dose contra a febre amarela, que é atualizada diariamente, neste link.



Topo