5 dicas de como conseguir um emprego neste segundo semestre

0
A crise provocada pela COVID-19 atingiu em cheio a economia mundial. Aqui no Brasil, além da superlotação do sistema de saúde pública, o vírus alavancou o desemprego. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a taxa de desemprego se manteve no recorde histórico da série (apuração) iniciada desde 2012, em 14,7% entre fevereiro e abril de 2021. Em comparação com 2020, avançou em 2,1 pontos percentuais (12,6%).

Dados analisados pelo LCA Consultores, a partir de um levantamento de pesquisas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), aponta que a taxa de desemprego dos jovens cresceu 38,8% no terceiro trimestre do ano passado. No primeiro trimestre da pandemia, em 2020, a taxa foi de 27,7%. Hoje mais de 8 milhões de pessoas, de 14 a 25 anos, estão em busca de trabalho.

Para 77% dos jovens, ter pouco tempo de trabalho, sem muita experiência e/ou qualificação é o que mais foi destacado na pesquisa. “Devido à crise, o mercado tende a ficar mais exigente no perfil dos profissionais, mas não há porque desanimar, cursos profissionalizantes podem ser o grande diferencial e abrir portas para o mercado de trabalho”, afirma Jefferson Vendrametto, sócio-acionista do CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos). Só no CEBRAC EMPREGOS, agências de emprego da rede de educação, há quase 5 mil vagas em aberto, à procura de candidatos qualificados para os mais diversos postos de trabalho.

“No Cebrac Empregos, cadastramos não só os alunos, mais também os pais e toda a comunidade. Temos mais de 9 mil empresas cadastradas e direcionamos de acordo com a região em que o candidato mora e perfil profissional para as vagas pretendidas”, evidencia Luciana Fontes, Superintendente do CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos).

Jefferson Vendrametto, Especialista em educação e Sócio Acionista do Cebrac, lista 5 dicas de como conseguir um emprego neste segundo semestre de 2021:

• Faça currículos atrativos e sem informações em excesso

Já está ultrapassado currículos com muitas informações, prolixo, e em formatos sem objetividade, principalmente sobre as atividades exercidas. Inove, e coloque apenas as informações que serão necessárias para aquela vaga. Seja objetivo(a). Se cadastre em diversos sites como os do CEBRAC Empregos que oferecem o currículo on-line gratuito, e com modelos diferenciados. Aposte em uma foto adequada, a apresentação conta bastante para qualquer vaga de emprego.

• Aposte nos cursos e especializações

Se puder fazer algum curso, que seja em uma área de ampla contratação, como está acontecendo com as empresas de T.I e Administração faça. Pode ser uma oportunidade para você que perdeu o emprego e não sabe muito bem o que fazer ou em qual área investir sua próxima qualificação. Vimos um crescimento na procura de cursos por jovens e pessoas com mais de 30 anos, buscando uma nova profissão. Isso com certeza é um diferencial. Além disso, os cursos do CEBRAC incentivam o empreendedorismo. O que também pode ser uma alternativa para este momento.

• Pesquise sobre as empresas que se candidatar

Pesquisar a empresa e a área de atuação garantirá que na entrevista você se saia bem e fale com propriedade. Saiba quais áreas seu serviço pode ser útil, e pesquise sobre as empresas que você tenha vontade de aprender a trabalhar. Cheque os valores da companhia, oportunidade de crescimento, treinamentos oferecidos e busque nas redes sociais voltadas a contatos profissionais vagas e profissionais que podem te direcionar a novas oportunidades por meio da rede de contatos que a plataforma propicia.

• Tenha foco, disciplina e comprometimento

Estes três pilares são os que movem qualquer âmbito de relações trabalhistas. As habilidades podem ser desenvolvidas, mas se o candidato não tiver nítido o que ele quer, manter-se focado mesmo na pressão e comprometido com os resultados e processos da empresa, isso transparecerá durante a entrevista. Agora, mais que nunca, estas habilidades estão sendo testadas, principalmente com o Home Office em alta.

• Saiba quais são suas qualidades e melhore nos pontos que tiver dificuldade
Ser seguro do que você sabe fazer e o que pode oferecer ajuda muito a ter uma postura profissional adequada. As dificuldades devem ser trabalhadas seja elas comportamental e/ou técnicas. Criar mecanismos que ajudem a trabalhar em equipe, cumprir prazos e determinadas tarefas são muito úteis e podem fazer com que o gestor perceba o seu potencial!