A história do Brasil contada por fortalezas militares

0
1085

::: Bruno Viterbo

Em um tempo muito distante, o território brasileiro vivia sob constante ameaça de invasões de vários povos. Os portugueses chegaram, mas tinham que proteger o litoral do Brasil. Holandeses também vieram, e os fortes militares ajudaram o País a vencer batalhas e disputas sangrentas.

Essa parte da história do Brasil é retratada em diversos fortes espalhados por nosso litoral. Com isso, tornaram-se pontos turísticos de suas cidades, já que alguns foram construídos há mais de 400 anos. Eles preservam a memória das cidades e a história do País, bem como ajudam a aumentar o fluxo de turistas nesses locais. É a oportunidade de conhecer um pouco da arquitetura e da tecnologia usada pelos colonizadores europeus, além de curiosidades e hábitos dos soldados que defenderam o território.

O Ministério do Turismo vai investir R$ 19 milhões em 34 cidades de 17 Estados brasileiros, a fim de incrementar e incentivar a visitação nos fortes. Conheça alguns dos fortes e surpreenda-se com mais esse detalhe de nossa vasta história:

Cinco Pontas, Pernambuco: o forte é símbolo da resistência holandesa, construído em 1630 em Recife. Apesar do nome, o forte é constituído de quatro pontas, resultado de uma reconstrução realizada após batalha que expulsou os holandeses. Graciliano Ramos, escritor brasileiro, chegou a ser preso no forte, em 1935. O livro Memórias do Cárcere é uma referência ao Cinco Pontas. Hoje, o local é sede do Museu da Cidade do Recife.

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro: construído no final do século XIX para evitar a invasão de navios inimigos na Baía de Guanabara. O local foi palco de episódios históricos, como o Levante dos 18 do Forte, em 1922; a Revolução de 1930 (serviu de prisão para o Presidente deposto Washington Luís); e a Revolução de 1964, ponto de encontro para o Comando Revolucionário. Hoje abriga o Museu Histórico do Exército.

Fortaleza dos Reis Magos, Rio Grande do Norte (foto): um dos principais pontos turísticos do Estado, a Fortaleza dos Reis Magos (Fortaleza da Barra do Rio Grande, o nome “original”), foi construída há mais de 400 anos pelos portugueses e confunde-se com a origem de Natal, capital de Rio Grande do Norte. O forte tem formato de estrela, e em 1633 foi invadido por holandeses. Anos depois, os colonos de Portugal conseguiram retomar o forte e a Cidade.

foto: Canindé Soares