Acontece

ACSP registra queda de 65% em vendas de Dia das Mãe

A primeira quinzena de maio é marcada no comércio pelas vendas de presentes para celebrar o Dia das Mães. No entanto, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP) registrou uma queda de 65,5% quando comparamos com o mesmo período do ano passado (2019).

No levantamento da instituição houve uma queda expressiva de 48,7% no movimento de vendas a prazo no período. Já as vendas à vista tiveram um recuo ainda maior, de 82,2.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP, com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.

Quando comparado com os primeiros quinze dias de abril, as vendas de maio atingiram uma alta média de 5,8%, segundo a ACSP, esse crescimento foi puxado pela compra de lembranças para as mães. Foram 3,9% de alta nas vendas a prazo, e 7,7% nas à vista.

Para Marcel Solimeo, economista da ACSP: “O resultado anual, porém, é muito relevante, pois reflete o impacto das medidas restritivas no varejo”, destaca.

Por conta das medidas de isolamento social e o fechamento de comércio, muitos empresários estão se esforçando para manter as vendas por delivery e pela internet.

“O fluxo de vendas do comércio é contínuo, tem de vender todo dia. Por isso as perdas são irrecuperáveis”, conclui Solimeo.




Warning: A non-numeric value encountered in /home/jornalspnorte/www/wp-content/themes/jornalspnorte/footer.php on line 3
Topo