Anvisa recebe pedido de uso emergencial da vacina CoronaVac

0
11

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu na manhã de hoje o pedido de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

O pedido de uso emergencial do imunizante foi para as 6 milhões de doses que chegaram prontas da China. Um novo pedido será feito para as doses envasadas no instituto em São Paulo.

A solicitação foi feita durante uma reunião virtual, por causa da pandemia. A Anvisa diz que já iniciou a triagem da documentação entregue. A agência pretende fazer a análise do uso emergencial em até 10 dias.

“As primeiras 24h serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e checar se todos os documentos necessários estão disponíveis. Se houver informação importante faltando, a Anvisa pode pausar o prazo e solicitar as informações adicionais ao laboratório”, afirmou a Anvisa, em nota.

A análise do pedido de uso emergencial será feita por uma equipe multidisciplinar, e envolve especialista das áreas de registro, monitoramento e inspeção.

O resultado final do estudo sobre a eficácia é a última etapa necessária para que a Anvisa analise o pedido de autorização de uso da vacina na população brasileira.

João Doria (PSDB) chegou a afirmar que o pedido de registro emergencial já havia sido feito na quinta-feira (07) durante coletiva de imprensa, mas depois a informação foi corrigida.