Zona Norte

Árvores do antigo laboratório da Vila Guilherme são derrubadas

Por meio das redes sociais, moradores da Vila Guilherme filmaram a derrubada de árvores dentro do antigo Laboratório Paulista de Biologia. O prédio foi tombado em julho do ano passado (2018) como importante conjunto arquitetônico para cidade. Na época, foi levado em consideração “as características arquitetônicas e ambientais na década de 1950” do imóvel.

Questionada pelo Jornal SP Norte, a Prefeitura confirma que “não houve formalização para a supressão arbórea na área citada” e que as  “árvores pertencem ao patrimônio ambiental da cidade”.

Um dos internautas, revoltado com a ação, desabafa: “Eu morei na VG [Vila Guilherme] por mais de 37 anos e o laboratório assim como a caixa d’água e as árvores eram referência … Se eu fosse vocês agitava uma manifestação e um abaixo assinado sobre tudo isso”.

Imagem: Reprodução/Facebook

Projetado pelo arquiteto Rino Levi, lembrado por ser o mesmo a desenhar o Edifício da FIESP, na Avenida Paulista, o antigo laboratório foi usado como sede de um campus da Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban) e do Centro Universitário Anhanguera, algo lembrado pelos moradores até hoje.

Segundo a resolução do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), o imóvel tem “valor histórico e referencial urbano para o bairro de Vila Guilherme” e é uma amostra do “relevante papel do escritório Rino Levi na execução do projeto industrialista brasileiro, com vista a conduzir o país à modernidade”.

Por conta da denuncia do Jornal SP Norte, a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente vai fiscalizar o local e, caso sejam constatadas irregularidades, os responsáveis serão multados por dano ambiental.

Foto: Reprodução/Google Street View



Topo