Turismo

Belo Horizonte: Ambiente romântico e boa comida

Segundo pesquisa realizada em 2015 pelo Ministério do Turismo, 93,9% dos turistas de Belo Horizonte preferem viajar acompanhados. A cidade possui um ambiente romântico que reúne muita história, atrativos culturais e ambientais e uma excelente gastronomia.

O desenvolvimento sustentável de Belo Horizonte ganhou tanto destaque que a cidade foi indicada para receber o título de Rede de Cidades Criativas da UNESCO. O resultado sai ainda este ano.

Claro que viajar para Minas Gerais é também visitar os deliciosos sabores típicos da região. O destaque fica para o famoso “Queijo de Minas”, porém os pratos feijão tropeiro, pão de queijo, doce de leite, pururuca e muitos outros também dão água na boca.

Mas se você gosta de bater perna, saiba que Belo Horizonte tem ótimos passeios, perfeitos para o casal. Confira

Lagoa da Pampulha

Considerada uma das maiores atrações da cidade, a Lagoa da Pampulha possui uma lagoa artificial de 18 km, construída nos anos 40. É possível avistar o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, projetado por Oscar Niemeyer a pedido do ex-presidente Juscelino Kubitscheck, foi declarado em 2016 patrimônio cultural da humanidade protegido pela UNESCO.

Museu de Arte da Pampulha – foto: Prefeitura Belo Horizonte

Museu de Arte Moderna

Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer entre 1942 e 1944, o Museu de Arte da Pampulha é constituído principalmente de doações e prêmios em salões, reúne um conjunto de obras que dão um panorama da arte moderna e contemporânea brasileira, sobretudo de Minas Gerais.

Casa Kubishek – foto: Ricardo Laf/Prefeitura Belo Horizonte

Casa Kubitschek

Foi construída para servir de moradia para Juscelino Kubitschek, hoje abriga um museu que conta um pouco da história do importante político brasileiro, e também da construção da região da Pampulha que hoje é um dos principais pontos turísticos da Capital Mineira.

Parque Ecológico da Pampulha

Com 30 hectares de áreas verdes, o Parque é propício para caminhadas, para andar de bicicletas, praticar slackline, soltar pipa, fazer piquenique e descansar. Considerado patrimônio de Belo Horizonte, o espaço recebe cerca de 5.000 pessoas aos finais de semana. Nele também foi construído o Memorial Minas-Japão, em 2009, em comemoração ao Centenário da Imigração Japonesa ao Brasil.

Praça do Papa Foto: Monique Rene/Prefeitura Belo Horizonte

Praça do Papa

Conhecido pelo seu lindo por do sol, a praça recebeu este nome após visita do Papa João Paulo II, em 1980, quando celebrou uma Missa Campal na Praça Israel Pinheiro. Também é o local que recebe diversos shows e apresentações culturais. A criançada se diverte no gramado, no playground e na pista de bicicleta, skate e patins. Ao seu entorno também está a famosa Rua do Amendoim, em que ao parar o carro durante a descida, o carro misteriosamente sobe pela ladeira.

Atrações são o que não faltam na Capital Mineira. Para conhecer mais um pouco de Belo Horizonte, acesse o site www.belohorizonte.mg.gov.br ou se programe para fazer uma visita a essa importante cidade brasileira.



Topo