Cães e gatos podem contrair o novo coronavírus?

0
746

Após a chegada do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, muitos donos de cães e gatos estão preocupados com sua saúde e de seu animal de estimação. Por ser um vírus novo, não havia um estudo sobre o risco de contagio da doença nos pets, o que gerou ainda mais dúvidas nas pessoas.

Até o inicio do ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) havia declarado que a doença não era transmitidas aos pets, no entanto, no final de fevereiro a entidade teve que mudar a afirmação. Isso porque um cão de uma pessoa com Covid-19 foi testado como “fraco positivo” para o vírus.

No entanto, a OMS destaca que não há evidências de que cães ou gatos podem ter sintomas de Covid-19, assim como humanos. Outras organizações também reforçam a posição e dizem que não há qualquer indício que uma vez infectados, animais possam passar o vírus à frente.

Porém a um outro problema: apesar de não ter uma confirmação oficial sobre o risco de contágio da doença, os cães e gatos podem ser transmissores da doença aos humanos. Isso pode acontecer porque o vírus fica alojado nos pelos e nas patas do animal, que por sua vez pode levar a doença para casa e contaminar os humanos.

A recomendação das organizações de saúde é, mesmo sem a transmissão direta do Covid-19, evite o contato com seu animal de estimação, principalmente aqueles que saem de casa. Já se você estiver contaminado, lave as mãos antes e depois de interagir com os animais e use uma máscara facial.