Esporte

Centro Municipal Modelo em Paradesporto é inaugurado no Tietê

Está mais que comprovado que a prática de esportes gera inúmeros benefícios para a saúde física e mental dos praticantes, além de aumentar a qualidade de vida. Para as pessoas com deficiência, praticar esportes pode representar muito mais que saúde.

Vencer barreiras e limitações está no topo da lista. É na atividade esportiva que a superação, a elevação da autoestima e a realização pessoal sobrepõem as dificuldades enfrentadas por quem, até um tempo atrás, tinha como única saída a restrição e o confinamento. E uma das primeiras mudas da transformação foi plantada em 1972, quando o Brasil participou pela primeira vez dos jogos paraolímpicos, em Heidelberg, na Alemanha.

foto: Leon Rodrigues/SECOM

Mesmo após tantas décadas, o paradesporto ainda vem conquistando seu espaço gradativamente, porém por falta de estrutura pública e condições específicas para a sua prática, muitas pessoas com deficiência física ainda não têm acesso a ele.

Com o propósito de diminuir essa barreira e reafirmar a importância da inclusão social pelo esporte, foi inaugurado na sexta-feira (29/6), no Centro Esportivo Tietê, o Centro Municipal Modelo em Paradesporto (CMMP).

A iniciativa, da Prefeitura de São Paulo, é uma parceria entre as secretarias da Pessoa com Deficiência e de Esportes e Lazer. O programa vai incentivar entidades e associações ligadas ao paradesporto a utilizarem equipamentos públicos como espaços de treinamento.

Quatro entidades já estão participando no Centro Esportivo Tietê, oferecendo treinamento para cerca de 200 jovens. São elas: APABB, Atitude Paradesportiva, Associação Bola pra Frente e WCMX, que praticam as modalidades de atletismo, tênis em cadeira de rodas, futebol de amputados, slackline, golfe adaptado, futsal, vôlei sentado e bocha adaptada.

O CMMP também vai se estender aos outros equipamentos esportivos municipais, facilitando assim o acesso de instituições de toda a cidade e ampliando o leque de atividades praticadas.

Segundo a Secretaria Municipal da pessoa com Deficiência, na cidade de São Paulo, 2,7 milhões de pessoas declararam ter algum tipo de deficiência. Isso torna o CMMP um importante passo para a inclusão no esporte, visto a carência de espaços públicos para a prática de atividades esportivas.

Informações
Endereço: Centro Esportivo Tietê – Av. Santos Dumont, 843
Funcionamento: às segundas, quartas e sextas-feiras, das 12h às 18h

foto (topo): Fábio Nunes/Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência 



Topo