Saúde

Com estoque baixo, Ministério da Saúde convoca população para doar sangue

Com uma doação de sangue, até quatro vidas podem ser salvas! Ainda não existe nenhum tipo de medicamento que possa substituir a doação de sangue. E quem precisa, só consegue graças à complacência de quem doa.

Doar sangue é um processo fácil, seguro e solidário, porém os estoques de banco de sangue estão cada vez mais escassos. Nessa segunda-feira (5/3), o Ministério da Saúde divulgou um alerta sobre a queda de doação de sangue que tem impactado os estoques em todo o País. Esse fato acontece principalmente nos períodos de férias escolares e de feriados prolongados – como final de ano e carnaval, épocas em que há maior índice de falta de doadores.

É importante lembrar que o sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão sanguínea.

A doação de sangue é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa independente de parentesco com o doador.

Fundação Pró-Sangue intensifica campanhas de doação no posto Dante Pazzanese

Em São Paulo, na semana em que o posto Dante Pazzanese da Fundação Pró-Sangue completa 30 anos de atividade, a campanha é intensificada, momento oportuno já que o período apresenta queda dos estoques, acentuada pelo episódio de vacinação contra a febre amarela.

Atualmente, a instituição opera com apenas 35% do volume de sangue necessário para abastecer mais de 100 instituições de saúde da rede pública da Região Metropolitana do Estado de São Paulo. Dentre os fatores de sangue que estão mais em falta, estão os tipos O+ e O-, cujas reservas estão em condições de abastecer os hospitais por dois dias. Com uma experiência de atendimento consolidado ao doador de sangue, atualmente responde por quase 10% da coleta da instituição.

A Fundação Pró-Sangue é uma instituição vinculada à Secretaria da Saúde do Governo do Estado de São Paulo. Criada em 1984, arrecada cerca de 12 mil bolsas por mês, sendo responsável por 32% de todo sangue consumido na Região Metropolitana do Estado de São Paulo.

Endereço: Av. Dante Pazzanese, 500 – Ibirapuera.

Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

Mais informações e horários de funcionamento dos demais postos de coleta, acesse o site: www.prosangue.sp.gov.br ou ligue para o Alô Pró-Sangue 0800 55 0300.

Pré-requisitos necessários para doar sangue

Para ser um doador de sangue são necessários seguir algumas normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Confira:

– É preciso ter idade entre 16 e 69 anos. Para os menores de 18 anos é necessário o consentimento dos responsáveis e, entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos;

– É preciso pesar no mínimo, 50 quilos e estar em bom estado de saúde;

– O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação e não estar de jejum;

– Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação;

– No dia, é imprescindível levar documento de identidade com foto;

– Quem tomou a vacina contra a febre amarela fica inapto para doar sangue durante quatro semanas;

– A frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.



Topo