Vida e Bem Estar

Como enfrentar a insônia?

Um mal que vamos enfrentar pelo menos uma vez na vida é a insônia (distúrbio que se caracteriza pela dificuldade de começar a dormir). Contudo, a falta de sono é rotina para um a cada três brasileiros, segundo a Associação Brasileira do Sono.

A principal causa do distúrbio são os fatores psicofisiológicos, como preocupações e estresse. As pessoas que sofrem com a insônia começam o dia já se sentindo cansadas, têm problemas de humor, falta de energia e têm o desempenho no trabalho ou nos estudos prejudicado.

Quem acredita que o distúrbio está relacionado somente nos fatores psicológicos, saiba que o cuidado do corpo é fundamental para ter uma boa noite de sono. A sensação de dores em qualquer parte do corpo e problemas respiratórios, como a Asma, podem ajudar no surgimento da insônia.

Confira algumas dicas para ajudar a ter uma boa noite de sono:

1) Adotar uma rotina para ir dormir:Procure deitar e levantar habitualmente nos mesmos horários, mesmo nos fins de semana, para o corpo acostumar;

2) Evitar dormir durante o dia: Cochilos, quando possíveis, podem ajudar na disposição, mas acima de 30 minutos (em qualquer momento do dia) tendem a prejudicar o sono noturno.

3) Fazer atividade física: A prática de atividade física é essencial para a boa saúde e ajuda a dormir melhor, mas pode causar agitação. Por isso o ideal é exercitar-se até seis horas antes de dormir.

4) Evitar bebidas com cafeína à noite: Café, chá-preto, chá-mate, refrigerante e energético contêm substâncias estimulantes, como a cafeína. Por isso devem ser evitados até cinco horas antes de dormir.

5) Comer alimentos leves no jantar: Alimentos pesados e ricos em proteína, quando consumidos em excesso à noite, podem atrapalhar o sono. Pratos leves com carboidrato, como um lanche natural, são mais indicados para induzir o sono.

6) Evitar o consumo de bebidas alcoólicas: Apesar do primeiro efeito do álcool ser sedativo, depois de um tempo ele pode provocar agitação. Recomenda-se então evitar o consumo de álcool até seis horas antes de dormir como indutor do sono.

7) Diminuir a exposição à luz durante à noite: Ao escurecer, começamos a produzir melatonina — hormônio que ajuda nosso organismo a se preparar para dormir. Lâmpadas fortes, telas de computador, tablets e celulares podem atrapalhar a produção de melatonina, e devem ser reguladas ou evitadas durante à noite.

8) Criar um local aconchegante para dormir: Iluminações do despertador e do aparelho de TV a cabo podem prejudicar o sono, assim como barulhos da rua, ronco do parceiro(a) e movimentações de animais domésticos.

9) Fazer atividades relaxantes à noite: Um banho morno cerca de duas horas antes de dormir abaixa a temperatura corporal e relaxa, ajudando na indução do sono. Atividades como ler, pintar, bordar, escutar música calma e meditar também podem contribuir para isso.

10) Tentar não “brigar” com a insônia: Ir para a cama sem sono não ajuda. O ideal é fazer alguma atividade com pouca luz e que não provoque agitação, como ler ou assistir a um programa de TV que provoque cansaço.



Topo