Marcelo Segredo

Como salvar sua empresa e seu negócio nos próximos meses

A economia mundial entrou em recessão. Esse já é o discurso adotado por vários líderes mundiais desde 20/03/2020. Muitos empresários, comerciantes e profissionais autônomos têm feito contato comigo pedindo um direcionamento neste momento crítico.

De fato, a economia mundial entrará em colapso, muitas empresas grandes demitirão em massa e outras tantas encerrarão suas atividades. No entanto, o peso maior recairá sobre as médias e pequenas empresas, além dos profissionais autônomos. Pensando nisso, elaborei um passo a passo elencando alguns pontos importantes que podem ajudá-lo a sobreviver nesse momento complicado e de incertezas.

Dica 1 – Todos nós sabemos que uma empresa precisa ter fluxo de caixa para se manter; logo, aproveite esse momento que os bancos estão ofertando crédito e levante o máximo de capital possível. Esse fluxo de caixa extra poderá te ajudar a segurar a onda por um período maior. Atenção: se o banco exigir bens em garantia, recomendo que não aceite. Jamais vincule seus bens pessoais a dívidas da empresa. Sinto dizer isso, mas, caso não tenha como salvar sua empresa, mesmo obedecendo aos passos a seguir, no mínimo tente manter seus bens pessoais.

Dica 2 – Prorrogue as dívidas bancárias. A maioria dos bancos está oferecendo a prorrogação de pagamentos de empréstimos e financiamentos. Utilize esse benefício, ainda que cobrem juros proporcionais.

Dica 3 – Não venda bens para pagar dívidas. Na maioria dos casos, o bem se vai e a dívida retorna pouco tempo depois; infelizmente, a maioria das pessoas comete esse erro. Saiba separar a PJ da PF. Venda casas e veículos, colocando tudo dentro da empresa. Saiba reconhecer que não dá mais.

Dica 4 – Faça um corte radical de despesas na sua empresa. Planejamento é fundamental; não espere que as coisas aconteçam para tomar atitudes tardias. Faça o que tem de ser feito agora enquanto ainda tem fluxo de caixa.

Dica 5 – O governo adiou o pagamento de impostos relacionados ao Simples Nacional do ano – converse com o seu contador. Não acabe com o seu fluxo de caixa antes da hora: aja com prudência.

Dica 6 – Renegocie com seus credores, buscando reduzir ao máximo seus custos fixos. Renegocie o aluguel, por exemplo; afinal, estamos todos no mesmo barco. Não se esqueça de documentar e formalizar essas negociações através de aditamentos contratuais ou até mesmo por e-mail. Nada poderá ficar apenas no verbal.

Dica 7 – Tente manter seu negócio em funcionamento, faturando, mesmo que o lucro seja menor. Entendo perfeitamente que para alguns segmentos isso pode não ser possível. Nesse momento o único tipo de investimento permitido seria a criação de um site para fazer vendas on-line.  Todo e qualquer outro tipo de investimento está proibido.

Entenda uma coisa: a concorrência agora ficará ainda mais acirrada. Logo, preço, prazo de entrega, qualidade e excelência no atendimento são fundamentais e serão os grandes diferenciais. Agora é hora de repensar, quem sabe reinventar seu negócio em busca de novas oportunidades.

Dica 8 – Divulgue seus serviços e produtos nas redes sociais. Boa parte das pessoas estará nas redes sociais em busca de informação, conectadas a internet, sendo essa uma excelente maneira de chegar até o seu público-alvo. Que tal aproveitar para divulgar os seus serviços e produtos nas redes sociais e atingir novas pessoas? Aposte na divulgação on-line, no marketing digital!

Dica 9 – Apoie outros empreendedores, os pequenos, os que têm menos gordura financeira para queimar, menos fluxo de caixa; afinal, são os que mais sentem esses impactos. Procure apoiar uns aos outros formando uma rede de apoio e divulgação mútua. Você pode, por exemplo, compartilhar com seus clientes um trabalho de outra empresa de outro segmento e assim se ajudarem mutuamente.

Dica 10 – Radicalize nas suas despesas pessoais também cortando toda e qualquer gordura do seu orçamento. Não adianta nada fazer uma série de mudanças na empresa e manter a vida pessoa na mesma. Ficar estático não vai te ajudar em nada. Passe a régua nas despesas urgentemente.

Essa certamente será uma das crises econômicas mais severas que já vimos. Siga os passos aqui apresentados para tentar se segurar o máximo de tempo possível. Entenda que a sua vida é mais importante que o seu negócio; sua família precisa de você saudável ao lado dela.

Essa crise irá passar, assim como outras tantas já passaram. Será difícil, mas nós conseguiremos. As empresas que conseguirem se manter em funcionamento pegarão uma fatia maior de clientes lá adiante deixados por empresas que infelizmente não conseguiram resistir.

Marcelo Segredo é Consultor financeiro, palestrante, ex-presidente da ONG ABC (Associação Brasileira do Consumidor, criador da “Clínica Financeira” e “Casamento & Negócios”, diretor presidente da Marcelo Segredo  Assessoria Empresarial

Tel.: (11) 2971-1971 – Internet: www.marcelosegredo.com.br  

E-mail: marcelo@marcelosegredo.com.br




Warning: A non-numeric value encountered in /home/jornalspnorte/www/wp-content/themes/jornalspnorte/footer.php on line 3
Topo