Vida e Bem Estar

Conheça 5 livros infantis que falam sobre o autismo

Na próxima quinta-feira (2/04) é celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data foi criada como forma de reduzir o preconceito contra essa síndrome, além de divulgar informações sobre o autismo.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), estima-se que exista 70 milhões de pessoas com autismo em todo o mundo, sendo 2 milhões apenas no Brasil. Estima-se ainda que uma em cada 88 crianças apresenta traços de autismo, com prevalência quatro vezes maior em meninos.

A supervisora do Serviço de Psicologia Escolar do Colégio Positivo, Maísa Pannuti, revela que o Transtorno do Espectro Autista (TEA) não é uma doença, mas um transtorno do desenvolvimento:

 “Não existem exames clínicos que atestem o TEA. O diagnóstico deve ser clínico e multidisciplinar, a partir de critérios como déficits persistentes na comunicação e na interação social, assim como padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades”, explica a psicóloga.

Para favorecer a inclusão escolar e social das pessoas com autismo, desde a infância, a psicóloga afirma que é preciso que a sociedade entenda essa condição. “As crianças com TEA sofrem muito com o julgamento de outras crianças, que possuem maior dificuldade para compreender as diferenças”, explica.

Para ajudar a difundir informações de maneira lúdica sobre o Espectro Autista, Maísa sugere alguns livros infantis, confira:

  • Meu amigo faz iiii, de Andréa Verner e Kelly Vaneli (Ed. CR8, 28 páginas)

O livro é narrado em primeira pessoa por Bia, uma garotinha que percebe comportamentos peculiares em seu coleguinha de classe, Nil. Orientada pela professora, ela começa a observá-lo com cuidado e, a partir daí, uma amizade se desenvolve.

  • A escova de dentes azul, de Marcos Mion (Panda Books, 48 páginas)

No clima do Natal de 2017, o apresentador Marcos Mion escreveu um texto revelando detalhes sobre a convivência com seu filho Romeo, com 9 anos, na época. “Me sinto abençoado e extremamente feliz por ter sido escolhido por Deus para ser pai de uma criança autista, ou como eu prefiro dizer, o guardião de um anjo. O meu Romeo”, escreveu.

  • O menino só, de Andrea Viviana Taubman (Ed. Escrita fina, 36 páginas)

O livro fala, de forma poética, sobre o complexo e pouco conhecido mundo das crianças autistas, que não apresentam estigmas físicos visíveis mas têm necessidades muito específicas para poder se desenvolver.

  • Tudo bem ser diferente, de Todd Parr (Ed. Panda Books, 32 páginas)

O livro trabalha com as diferenças de cada um de maneira divertida, simples e completa, alcançado o universo infantil e abordando não apenas a questão das diferenças, mas também outros assuntos delicados, como adoção, separação de pais, deficiência física, preconceito racial, entre outros.

  • Um mundinho para todos, de Ingrid Biesemeyer Bellinghausen (Ed. DCL, 24 páginas)

Educar as crianças para que desenvolvam a consciência de seus direitos e deveres, respeitando as diferenças e firmando valores que ajudam a construir o bom convívio em sociedade. Esse é o mote do livro, tratado de maneira lúdica e com lindas ilustrações.

Foto: divulgação/Panda Books




Warning: A non-numeric value encountered in /home/jornalspnorte/www/wp-content/themes/jornalspnorte/footer.php on line 3
Topo