Dia 30 de março é o Dia Mundial de Conscientização sobre transtorno bipolar; Linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô oferecem material informativo sobre o tema

0
23
Cerca de 140 milhões de pessoas no mundo sofrem de transtorno bipolar, segundo a Organização Mundial da Saúde, número que não impede que muita gente ainda desconheça a doença e estigmatize quem sofra com o problema. Para colaborar na disseminação de informação correta sobre o assunto, a ViaQuatro e a ViaMobilidade, concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô, respectivamente, colocam à disposição do público, nos nichos de incentivo à leitura das 27 estações, folhetos orientando sobre transtornos afetivos.

O objetivo da ação, realizada em parceria com a ABRATA – Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos, é dar visibilidade ao tema, contribuindo assim para que mais pessoas se informem a respeito e, se for o caso, procurem orientação especializada para se tratar, ou apoiem quem tem a doença. No material distribuído há respostas para uma série de questões, abordando os sintomas e características de quem é afetado pelo problema.

Suspeita-se que o pintor holandês Vincent Van Gogh tinha transtorno bipolar, segundo a OMS. Por isso a data de seu nascimento – 30 de março – foi instituída como o Dia Mundial do Transtorno Bipolar. Com isso, espera-se que as pessoas na mesma situação sejam menos discriminadas e melhor acolhidas por profissionais de saúde e pela comunidade.

Serviço:
Campanha de orientação sobre o transtorno bipolar: distribuição de folhetos informativos, produzidos pela ABRATA, até 31 de março, em todos os nichos de leitura das 27 estações das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô