Acontece

Dicas da Quinzena: Como não ser enganado pelas promoções da Black Friday

Considerada uma das melhores datas do ano pelos consumidores, a Black Friday é o momento em que diversos produtos e serviços entram em promoção, resultando em preços acessíveis e, muitas vezes, imperdíveis. A data está marcada para acontecer na sexta-feira, dia 29 de novembro.

Graças aos valores reduzidos, muitas pessoas aguardam a chegada  desta data para economizar nas compras de natal,  trocar os móveis e equipamentos eletrônicos do lar, além de, é claro, renovar os looks.

No entanto, é importante ficar atento para não cair no “falso desconto”. A cada ano crescem os relatos sobre o número de golpes relacionados à data e é preciso tomar cuidado para garantir segurança e descontos reais nas compras.

Para não ser enganado e conseguir aproveitar o melhor que a Black Friday pode oferecer, separamos algumas dicas que vão ajudar na hora de fazer as compras, confira:

Conheça as lojas

Durante esse período é comum surgirem lojas virtuais com promoções relacionadas a Black Friday, oferecendo produtos com descontos e ótimos preços, sobretudo eletrônicos e celulares. No entanto, é bom ficar atento, pois nos últimos anos foram desmascaradas diversas lojas que funcionavam de fachada, vendendo produtos roubados ou que simplesmente não entregava o produto.

Preços muito baixos

Desconfie de todos os produtos que são vendidos bem abaixo do preço, sobretudo os equipamentos eletrônicos. Uma forma de ajudar a não cair no golpe é conferir se o valor está menor do que os praticados no exterior.

Observe o endereço do site

Uma dica simples, mas que pode fazer uma enorme diferença: observe se o site da loja tem a letra “S” no HTTP do início do endereço. Essa letra é a certificação de que a conexão entre o site e o seu aparelho é segura. Observe também se há um cadeado verde, que é uma camada a mais de segurança.

Metade do dobro

A expressão: “Tudo pela metade do dobro” já é conhecida para muitos brasileiros. No entanto ela ganha mais notoriedade durante o período Black Friday. É comum observar descontos de até 50% do produto, no entanto, ao compararmos o mesmo produto na semana passada, o preço real dele era bem inferior.

Descontos falsos

Para chamar a atenção do público, algumas lojas, virtuais e físicas, mostram um desconto de, por exemplo, 40% no produto, no entanto, quando o cliente vai comprar, é apresentado um desconto bem inferior, como 15%. Por isso que, antes de finalizar a compra, confira o real desconto do produto.

E-mails falsos

Nesse período é preciso redobrar a atenção em relação aos falsos e-mails de promoções. Muitos deles imitam o padrão visual de grandes lojas, e oferecem um link para que o cliente obtenha o desconto ou faça algum cadastro. Isso pode colocar em risco os dados pessoais, como o cartão de crédito do consumidor, o que pode gerar sérias dores de cabeça posteriores. O mesmo vale para mensagens de Whatsapp e postagens em redes sociais.

Essas são dicas simples que todo cliente pode seguir, no entanto, se mesmo assim surgir algum problema com as compras da Black Friday, a dica é procurar imediatamente o Procon da sua região, relatando o ocorrido, e registrar a queixa em sites como o Reclame Aqui, ajudando a evitar que outras pessoas passem pelo mesmo.



Topo