Diretor do Butantan prevê que pandemia de Covid-19 irá piorar no Brasil

0
36

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que a pandemia do novo coronavírus deve piorar no Brasil, especialmente em locais como Manaus, Amazonas e Araraquara, no interior de São Paulo.

“Está aí o exemplo de Manaus, Jaú, Araraquara. Podem não ser exemplos isolados. Isso pode ser a nova forma de comportamento, que é rapidamente atingir e levar pessoas aos hospitais e lotar as nossas UTIs”, afirmou na manhã desta sexta-feira (26) em entrevista ao canal Globo News.

“Embora a vacinação seja importante, o mais importante agora é controlar a disseminação do vírus e impedir a circulação das variantes, que podem se tornar as dominantes. Se não agirmos rapidamente podemos ser impactados de forma negativa do que na primeira onda”, alertou Dimas.

O diretor explicou ainda que aumento de casos e internações no país é a velocidade de contaminação pelas novas variantes.

“As novas variantes têm taxa de transmissão maior – pelo menos 30% a 50% mais rápidas – e ainda temos a possibilidade que elas possam ser mais agressivas. Isso têm explicado por que em janeiro e fevereiro estamos batendo recordes. Na minha visão, isso deve piorar um pouco pois, embora estejamos fazendo a vacinação, a velocidade da epidemia é maior.”

Na entrevista, Dimas Covas criticou a forma como o governo de Jair Bolsonaro lida com a pandemia.

“Muita falta de compreensão da necessidade de medidas de restrição de circulação. Houve adesão parcial a essas medidas, diferente de outros países bem-sucedidos. Não foram implementadas políticas efetivas que completassem as medidas, como a vigilância epidemiológica, não houve uma organização eficiente à testagem. Vários fatores explicam.”

Sobre a vacina, ele afirmou que existe a possibilidade de o Butantan elevar a capacidade de produção da CoronaVac.

“Estamos cumprindo a nossa parte com o Ministério [da Saúde] e fazendo o esforço para acelerar, mas o Brasil precisa de mais vacinas, de outras vacinas já contratadas e que deveriam ter participação importante, apareçam e venham de fato ser entregues.”