Zona Norte

Discreto, Prefeito entrega obras de melhorias na UBS Vila Albertina

Em uma visita “silenciosa” o prefeito Bruno Covas fez a entrega das obras de melhorias da  UBS Vila Albertina Dr. Osvaldo Marçal. O ato solene aconteceu no fim da manhã de quarta-feira (24/07) sem a presença da imprensa ou de lideranças locais.

A visita foi notada pelos moradores da região, que estranharam os vários serviços de zeladoria sendo executados e questionaram para um funcionário qual era o motivo do trabalho, foi então que ele respondeu que a ação era para receber o Prefeito. Segundo os moradores, os trabalhos envolveram varrição de ruas e calçadas, tapa buraco e pinturas das sinalizações de “escola” e da faixa de pedestre.

De acordo com a gestão municipal, as melhorias da UBS foram na cobertura, com a troca de telhas e cumeeiras danificadas, nas luminárias internas e externas, a manutenção de para-raios, hidráulica, novas válvulas dos sanitários, substituição de torneiras, instalação de portas venezianas nos abrigos, revisão das telas de proteção dos caixilhos e esquadrias de ferro, instalação de novo piso tátil, adequação para acessibilidade, além de pintura na parte interna e externa da Unidade.

UBS Vila Albertina

A unidade conta com médico clínico geral, pediatra, ginecologista, além de seis equipes do Programa Estratégia Saúde da Família (ESF). A UBS é gerenciada pela Organização Social (OS) Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (IABAS).

A estrutura física do prédio é composta por 25 salas, com uma recepção, uma farmácia, um Serviço de Arquivamento Médico e Estatístico (SAME), uma sala de vacinação, uma sala de observação, uma sala de procedimentos, uma sala de medicação, uma de esterilização, uma de expurgo, uma sala de curativo, uma sala de acolhimento, uma sala de regulação, oito consultórios, dois sanitários acessíveis, um Departamento Médico Legal (DML) e dois 02 sanitários femininos.

O efetivo da unidade conta com psicólogos, técnicos de enfermagem, de Saúde bucal, farmacêutico, enfermeiros, fisioterapeuta, nutricionista, terapeutas ocupacionais, profissional de educação física na saúde, assistentes sociais, agentes comunitários de saúde, agente sanitário além pessoal administrativo, totalizando 106 profissionais.

Fotos: Gildson Di Souza/Secom



Topo