Estudo mostra que vacina russa contra covid-19 é segura e induz resposta imune

0
174

Um estudo publicado pela revista cientifica Lancet mostra que a Sputnik V, vacina da Rússia contra o coronavírus, não causa efeitos adversos importantes e é capaz de induzir a resposta imune (produção de anticorpos) no organismo.

Segundo os cientistas que participaram do estudo, essa resposta foi maior do que a vista em pacientes que foram infectados e se recuperaram do novo coronavírus naturalmente.

Os resultados também apontaram que a vacina produz uma resposta das células T, um tipo de célula de defesa do corpo.

A vacina foi aplicada em 76 pessoas, que se voluntariaram.

A Sputnik V, que foi anunciada pela Rússia em 11 agosto, vinha sendo alvo de críticas da comunidade cientifica internacional, pois até então não haviam publicados estudos que comprovasse sua eficácia.

No Brasil, o governo do Paraná firmou uma parceria para desenvolver a vacina russa.