Zona Norte

Eventos de madrugada no Anhembi tiram sono de moradores do entorno

Há anos, moradores da região do Anhembi se queixam da falta de sono devido a eventos ao longo da madrugada. Segundo eles, além do barulho alto provocado pela música, fogos de artifício também acompanham os festivais.

A poluição sonora voltou a acontecer na madrugada do último fim de semana. Leandro Matteucci é um dos moradores da região que reclama do problema há anos. Segundo ele, os eventos começam às 22h e terminam às 05h do dia seguinte. Para Leandro, o sono interrompido afeta o cotidiano dos moradores e causa problemas de estresse.

Madrugada de domingo (09/06) – Foto: Giuseppe Trotta

Neste último final de semana não foi diferente. Um dos moradores do entorno captou a poluição sonora durante a madrugada de domingo por meio de um aplicativo. Na contagem o barulho ultrapassou os 80 decibéis. Segundo a Organização Mundial da Saúde, ruído acima de 70 decibéis causa dano à saúde. O morador reside a mais de 1 km de distância do Anhembi.

O Anhembi está localizado numa área especial, no qual não há limite de horário e barulho, porém a poluição sonora provocada pelos eventos atingem as regiões  do entorno, onde possui regras de zoneamento.

Como funciona a Lei do PSIU:

  • Em zonas residenciais o limite de ruído permitido é de 50 decibéis (o equivalente a um choro de bebê) entre 7h e 22h. Das 22h às 7h o limite cai para 45 decibéis.
  • Em zonas mistas, são permitidos até 65 decibéis (compatíveis com o latido forte de um cachorro) durante o dia e entre 45 e 55 decibéis das 22h às 7h.
  • Nas áreas industriais, o limite é de 70 decibéis (proporcionais ao som de um aspirador de pó) entre 7h e 22h e até 60 decibéis durante a madrugada;

Para barrar os shows nas madrugadas no Anhembi, foi criado uma petição on-line que reuniu mais de 900 assinaturas. Também foi criado um grupo no Facebook com denuncias relacionadas ao tema.

O que diz a SPTuris?

Questionado pelo Jornal SP Norte, a São Paulo Turismo (SPTuris) informou que estão “trabalhando junto aos nossos promotores de eventos para desenhar ações que possam mitigar o efeito sonoro indesejado e também iniciamos conversas com representantes de moradores do entorno do Anhembi para sanar os efeitos negativos causados pelo ruído proveniente de nosso espaço“. Não foi dado prazo para solução do problema.

Além disso, foi falado que o “calendário do Anhembi possui diversas atrações culturais e musicais noturnas em todas as áreas e é de nosso total interesse garantir o conforto dos moradores em nosso entorno, bem como trabalhar para que seja motivo de orgulho viver próximo a este que é um dos mais emblemáticos centros de eventos não só do Brasil, mas do mundo”.

Foto meramente ilustrativa



Topo