Zona Norte

Fonte São Pedro segue abandonada e sem dono

A região da Cantareira foi fundamental para o abastecimento de água nos primórdios de São Paulo. Com diversas nascentes, ela abriga a Represa Cantareira, o maior sistema de distribuição de água do Estado de São Paulo.

Com passar dos anos a região  foi se urbanizando, deixando para trás algumas nascentes de água usadas neste período histórico de abastecimento. Entre elas está a fonte São Pedro, localizada Rua Maria Amália Lopes de Azevedo, dentro do estacionamento do Sonda Supermercados.

Inaugurada em 1922, ela foi muito usada por moradores na época. Mesmo com o passar dos anos, a Fonte manteve uma bonita ornamentação, mas atualmente está abandonada e inacessível, fechada com um portão. Não tivemos autorização para registrar a Fonte por parte do Sonda.

Mesmo com o córrego passando ao lado, a Fonte São Pedro mantém a água limpa, conforme admitido pela Prefeitura de São Paulo. A gestão municipal alegou não ser a responsável pela manutenção da Fonte e não apontou quem teria essa tarefa.

Apesar de ser usada como fonte de abastecimento da região, a Sabesp também se isentou da responsabilidade pela Fonte. O Sonda não respondeu os questionamentos do Jornal SP Norte até o final desta edição.

Córrego

O Córrego paralelo ao trecho da Rua Maria Amália Lopes de Azevedo sempre foi alvo de reclamações dos moradores da região. Em nota, a “Subprefeitura Jaçanã/Tremembé informa que, periodicamente, as equipes de limpeza de córregos vistoriam toda a extensão do Córrego Esmaga Sapo e realizam os serviços “.

A Subprefeitura colocou que somente em 2019 foram”Limpos mais de 5,2 mil metros de córregos na região, abrangendo uma área total de cerca de 36,7 m² de margens, sendo retiradas 23,15 toneladas de detritos“.

Imagem ilustrativa: Douglas Nascimento/São Paulo Antiga



Topo