Tech e Games

Funcionários podiam ler senhas de usuários do Facebook e Instagram

No dia 21 de março (quinta-feira) o Facebook confirmou que a empresa salvava algumas das senhas em arquivos de texto e que funcionários podiam ter acesso a elas. Segundo revelado pela rede social, nenhum funcionário “abusou” do acesso desses dados.

Geralmente as empresas salvam as senhas se utilizando do programa hashing, que é um processo de “embaralhamento” criptográfico. Por meio deste processo, mesmo que a senha vaze não é possível que seja entendida e, mesmo com um computador potente, teria dificuldade em quebrar a criptografia.

Em nota a empresa respondeu que o problema foi identificado em janeiro deste ano e que já tomou as medidas necessárias para resolver a situação. A rede social afirma que irá notificar os usuários que tiveram suas senhas armazenadas em arquivo de texto.



Topo