Governo de SP diz que campanhas eleitorais ajudaram a disseminar o coronavírus

0
40

O coordenador do Centro do Centro de Contingência da Covid-19, José Medina, afirmou nesta quinta-feira (26) que as campanhas eleitorais para prefeitos e vereadores no estado de São Paulo a espalhar o novo coronavírus.

“O que possivelmente desencadeou essa subida, essa mudança de platô, ou até mesmo uma possível subida foram as atividades, não do dia da eleição, mas as atividades que aconteceram durante a campanha eleitoral. Na campanha eleitoral teve mais de 500 mil candidatos, principalmente vereadores, isso se dividir para a população brasileira dá mais ou menos um candidato pra cada 20 famílias. Então todas as famílias brasileiras foram envolvidas na campanha eleitoral, no interior ou nas grandes cidades. O que fez com o número de contatos de corpo a corpo, de aglomerações e de festas fosse muito mais intenso do que vinha acontecendo antes e, na minha opinião, na minha visão esse é o fator principal para esse aumento que estamos vendo nessas últimas duas semanas”, disse durante entrevista coletiva.

O coordenador executivo do centro de contingência da Covid-19, João Gabbardo, foi na mesma linha de pensamento, e disse que o aumento do número de casos no estado de SP pode ter sido ocasionado pela grande movimentação no período eleitoral.

“Nós temos uma melhora no estado de São Paulo em torno de 15% na redução no número de óbitos e a gente tem isso ocorrendo no Brasil inteiro, uma redução de cerca de 8% nos casos de óbitos de todo o Brasil. Então isso pode, fortalece um pouco essa tese que o dr. Medina colocou inicialmente de um provável risco e aumento da transmissibilidade da doença por conta da grande movimentação que nós tivemos durante o período eleitoral”, disse

As internações por Covid-19 no estado de São Paulo voltaram a crescer na última semana, segundo dados oficiais da Secretaria da Saúde.