Saúde

Governo destaca a vacinação como tema do Dia Mundial da Saúde

No dia 7 de abril foi celebrado o Dia Mundial da Saúde. A data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de conscientizar a população em geral sobre cuidados com a saúde.

No Brasil, o Ministério da Saúde adotou como tema a “imunização e vacinação”. Ele foi escolhido por conta das baixas coberturas vacinais, o que permitiu o reaparecimento de doenças que já estavam eliminadas no país, como o sarampo.

Todo ano é escolhido um tema para representar os objetivos e prioridades em relação a data. Em 2018 foi “Saúde Universal”, que resumiu os 70 anos de existência da OMS, já em 2017 o tema principal foi a depressão, doença crescente no mundo inteiro.

As pautas do Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2030, mobilizam os sistemas universais da saúde à garantir o bem-estar mundial na próxima década.

Este ano a OMS publicou as metas para 2019. Entre os objetivos está a ampliação do acesso e da cobertura de saúde para atender 1 bilhão a mais de pessoas na comparação com números atuais.

Além disso, a instituição quer garantir que 1 bilhão de indivíduos estejam prevenidos das emergências de saúde. Para tirar essas propostas do papel, a OMS estipulou dez prioridades para o ano que se inicia.

Foram listados nas prioridades: poluição do ar e mudanças climáticas; doenças crônicas não transmissíveis; pandemia de gripe; cenários de fragilidade e vulnerabilidade; resistência antimicrobiana; ebola; atenção primária de saúde; relutância em vacinar; dengue; e HIV.

Brasil          

A vigilância e a vacinação são prioridades para o Governo Federal, a cada ano a vacinação contra o Sarampo vem diminuindo. Isso pode ser resultado dos mitos compartilhados nas redes sociais, como exemplos estão “vacinação é a causa do autismo”, ou que “serve de instrumento político”.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza gratuitamente 19 vacinas que integram o Calendário Nacional de Vacinação, protegendo contra 18 doenças imunopreveníveis cuja proteção inicia ainda nos recém-nascidos, podendo se estender por toda a vida.



Topo