Brasil

Governo planeja nova CPMF para taxar saques e depósitos

Nesta semana saiu a informação de que o Ministério da Economia planeja taxar transações financeiras, semelhante ao que ocorria como a antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). A medida faz parte do pacote de proposta de reforma tributária do Governo.

Com a medida, os saques e depósitos em dinheiro serão taxados com uma alíquota inicial de 0,4%. Já para o pagamento no débito e no crédito para cada lado da operação (pagador e recebedor), a taxa estudada é de 0,2%. Segundo Paulo Guedes, ministro da Economia, a medida poderá arrecadar até R$ 150 bilhões por ano.

CPMF

A antiga CPMF, conhecida como imposto do cheque, era semelhante, no entanto a cobrança acontecia sobre vários tipos de transações, sendo elas saques, emissão de cheques e pagamento de boletos bancários. A arrecadação total desse tributo ultrapassou os R$ 220 bilhões entre 1996 e 2007.



Topo