Brasil

Governo veta atendimento psicológico e assistência social nas escolas públicas

Nesta semana o presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto que garantia atendimento por profissionais de psicologia e serviço social aos estudantes das escolas públicas de educação básica. A decisão foi publicada em Diário Oficial da União (DOU) na quarta-feira (09/10).

A proposta havia sido aprovada pela Câmara Federal em setembro deste ano. Como justificativa do veto, argumentou-se que o projeto ” cria despesas obrigatórias ao Poder Executivo, sem que se tenha indicado a respectiva fonte de custeio”.

O texto determinava que equipes formadas por psicólogos e assistentes sociais deveriam atender estudantes do ensino fundamental e do ensino médio em parceria com profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS).



Topo