Bairros

Lauzane Paulista

Lauzane Paulista: o pedaço suíço da Zona Norte

O nome remete à cidade suíça, cuja média de temperatura está na casa dos 10ºC – o inverno está chegando por lá. Por aqui, o nome da cidade batiza um bairro – bem longe do frio, especialmente nesta última semana de temperaturas nas alturas – prepare-se para o verão. Mas o sol – a pino! – brilha no Lauzane Paulista, que faz aniversário em 23 de outubro.

Nem sempre o Lauzane foi “paulista”. Antes, o bairro pertencia ao distrito vizinho, o Mandaqui. Quem começou essa história foi o casal Pedro Gabone (francês) e Francisca Bocaccio (italiana), com a compra de uma grande fazenda e pequenos sítios no entorno. Os primeiros habitantes já mostravam a forte influência dos imigrantes, que saíram do Centro da cidade e desbravaram novas terras. O ano? 1870.

Décadas depois, o suíço Alberto Savoy também teve suas posses no local. Documentos que datam de 1917 mostram que o terreno de Savoy estava compreendido nas atuais Av. Conselheiro Moreira de Barros – antiga Estrada do Bispo –, até a Av. Parada Pinto. Sete anos depois, o suíço vendeu suas terras à empresa Francisco Amaro e Cia. Em posse da terra, a companhia iniciou o loteamento do bairro.

Clique AQUI e continue lendo a história do bairro!

  • Ótica Voluntários

    Com uma rede que contempla cinco lojas físicas, loja virtual e dois laboratórios próprios, a Ótica Voluntários se confunde com a história do bairro de Santana, onde foi criada e permanece até hoje, há mais de 50 anos. Já deu para perceber que essa tradição e crescimento é sinônimo de consulte Mais informação

Topo