Cinema

“Hebe – A Estrela do Brasil” mostra o talento e coragem da ‘rainha da televisão brasileira’

Das telas para telona. A ícone da televisão brasileira receberá uma justa homenagem nos cinemas com o filme “Hebe – A Estrela do Brasil”. A consagrada apresentadora será interpretada pela Andréa Beltrão e promete contar a virada de carreira de Hebe Camargo e, por consequência, a história da televisão brasileira.

Antes de ser a ‘rainha da televisão brasileira’, Hebe era cantora e apresentadora da Rádio Tupi na década de 40. Ela fez parte do grupo que deu inicio a primeira rede de televisão brasileira, a Rede Tupi.  Foi convidada por Assis Chateaubriand para participar da primeira transmissão ao vivo da televisão brasileira, ainda no ano de 1950.

Sua carreira passou por diversas mudanças ao longo dos anos, mas foi durante a década de 80, no período de transição da ditadura para a democracia, que Hebe, ao 60 anos, tomou uma decisão importante. A apresentadora passou a controlar a própria carreira e, independentemente das críticas machistas, do marido ciumento e dos chefes poderosos, se revelou para o público como uma mulher extraordinária, capaz de superar qualquer crise pessoal ou profissional.

Hebe Camargo foi vanguarda em diversos assuntos que até hoje são polêmicos, entre eles estão as bandeiras de igualdade de gênero e LGBTQ+. Em seu palco foram entrevistados diversos artistas e famosos nacionais e internacionais, proporcionando momentos inesquecíveis, como o famoso ‘selinho’ na apresentadora.

O filme “Hebe – A Estrela do Brasil” estreou no dia 26 de setembro. O longa é uma excelente oportunidade de matar a saudade da eterna rainha e conhecer um pouco mais de sua carreira.

Foto: Divulgação/Warner



Topo