Editorial

Imbecil – adjetivo: Desprovido de inteligência; que é tolo ou idiota

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, causou novamente nas redes sociais polêmica ao criticar o  isolamento de pessoas devido à pandemia do COVID-19.

No Twitter, ele replicou uma mensagem do presidente Jair Bolsonaro em que condenava “medidas extremas sem planejamento e racionalidade” que, segundo ele, “podem ser mais nocivas que a própria doença”. E Sérgio expressou sua opinião afirmando que o isolamento é uma” imbecilidade”

Confira:

“Confinaram 99% da população em casa para vencer um vírus que mata em torno de 1% dos infectados. O isolamento, exceto para os que são do grupo de risco, precisa ser imediatamente suspenso. É a maior imbecilidade da história da humanidade! Ao trabalho, brasileiros!”

 https://t.co/0wFkJLlc3h — Sérgio Camargo (@sergiodireita1) March 24, 2020

 

Pois bem, de acordo com a mensagem acima publicada pelo Sr. Sérgio Camargo, 1% dos infectados vão a óbito.

Partindo do princípio matemático do Sr. Sérgio, vamos fazer as contas: o Brasil tem cerca de 210 milhões de pessoas, e se todos contraírem o vírus teremos cerca  de 2,1 milhão de brasileiros mortos em pouco tempo. No mundo temos cerca de 7 bilhões de seres humanos x 1% = 70 milhões de pessoas mortas. Seria como dizimar toda a população dos Estados de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Minas Gerais.

Dito isso, o adjetivo recai a pessoa do Sr. Sérgio Camargo que além de não saber fazer contas, expressa opinião com total irresponsabilidade, sobre a vida de milhões de brasileiros.




Warning: A non-numeric value encountered in /home/jornalspnorte/www/wp-content/themes/jornalspnorte/footer.php on line 3
Topo