São Paulo

Inclusão social: Vale do Anhangabaú recebe evento voltado à saúde de refugiados

Para incluir refugiados e imigrantes à serviços de saúde e educação, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo (SMDHC), juntamente com a Prefeitura, vai realizar o V Festival de Direitos Humanos, no Vale do Anhangabaú. A ação, que acontece entre os dias 10 e 17 de dezembro, objetiva incentivar a inclusão social desses imigrantes por meio de diversas atividades socioeducacionais, voltadas aos direitos humanos e à ocupação do espaço público. Neste ano, a quinta edição do Festival receberá também o “E eu, onde fico? – Ação Social do Islam”, realizada pela FAMBRAS (Federação das Associações Muçulmanas do Brasil).

Destaque aos variados serviços gratuitos, que serão fornecidos em 16 de dezembro. Na data, os presentes terão a disposição 17 diferentes serviços da área da saúde como atendimentos de médicos, dentistas, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares de enfermagem, enfermeiros, nutricionistas e massoterapeutas. Os 250 voluntários que vão participar da ação, serão os responsáveis para realizar exames de hipertensão, diabetes, colesterol, hepatite C, oftalmológico e de mamas.

Além disso, os presentes também vão receber orientação nutricional, odontológica e serão incentivados a aprender como fazer o autoexame de mamas. Outro serviço disponível, dessa vez pelo CRAI, será o atendimento jurídico aos refugiados e imigrantes, que em sua maioria, encontram-se em situação irregular.

O atendimento visa garantir o direito à estadia no Brasil, escola para crianças, trabalho e inclusão ao Sistema Único de Saúde (SUS). Todos os procedimentos e serviços ofertados têm como base o tema do evento: “E eu, onde fico? – Ação Social do Islam”, que acontece em 16 de dezembro, das 13h às 18h. Lembrando que, além dos serviços de saúde gratuitos, os presentes terão a disposição tendas para corte de cabelo, limpeza de pele, quick-massagem e a distribuição de kits para crianças para escovação dentária.

foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas (Refugiados na ocupação do Hotel Cambridge, em SP)



Topo