Inscrições para o processo seletivo do Cate termina amanhã (1º)

0
85
A técnica de enfermagem Thaís Marques seleciona vacinas na câmara de resfriamento do Centro Especial de Vacinação Álvaro Aguiar.

Amanhã (1º/07), quarta-feira, é o último dia para candidatos se inscrevem no processo seletivo do Cate (Centro de Apoio ao Trabalhador e Empreendedor). Ao todo serão 2.154 vagas com oportunidades nos setores da saúde, comércio e de serviços. O cadastro deve ser feito pelo link (clique aqui).

Os salários variam entre R$ 600 (para aprendiz) e R$ 4.900. As inscrições devem ser feitas até quarta-feira (1º), até às 14h, sendo necessário anexar o currículo atualizado, preferencialmente em formato PDF, de acordo com o perfil exigido.

Cerca de 500 oportunidades não exigem experiência anterior dos candidatos. Interessados em trabalhar como empacotador, operador de caixa, balconista, atendentes, vendedor, entre outras, precisam ter o ensino médio completo ou em andamento. Os salários podem chegar até R$ 1.526.

No setor da saúde são 360 postos para técnico de enfermagem e 35 para enfermeiros. Serão exigidos o Coren Ativo, formação completa e pelo menos 6 meses de atuação na atividade. Para os enfermeiros ainda são necessárias a comprovação da pós-graduação e da atuação em UTI e Pronto Socorro.

Para auxiliar de logística, que irá realizar conferência e separação de mercadorias, são 200 postos – salário de R$ 1.200. As oportunidades são temporárias por até 9 meses com possibilidade de efetivação. Serão exigidos o ensino médio incompleto, experiência na atividade e residir na região de Cajamar.

Com 412 oportunidades, operador de telemarketing na modalidade ativo ou receptivo precisa comprovar escolaridade entre ensino fundamental ou médio completo para participar da pré-seleção pelo Cate. Parte das vagas é destinada ao home office e também para profissionais com deficiência. Os salários variam entre R$ 1.051 e R$ 1.376.

auxiliar de limpeza dispõe de 103 colocações para as regiões Sul, Leste e em municípios como São Bernardo do Campo e Barueri. Necessária experiência mínima de seis meses e escolaridade entre fundamental e médio completo.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil