Turismo

Ishigaki: seja bem-vindo à paradisíaca ilha japonesa

Quando pensamos no Japão, o que nos vem à mente? A tecnológica Tóquio, com suas avenidas hightech, painéis e luminárias em neon, gente por todos os lados e uma aura de inovação constante.

Imaginamos também os grandes templos, de dinastias e impérios antigos. Ou, ainda, a tranquilidade das religiões e filosofias, os experientes mestres e seus cabelos já brancos, que carregam a experiência, ao que parece, milenar.

Todos esses são estereótipos criados pela sociedade, que inconscientemente (ou conscientemente) seleciona imagens, símbolos e tradições de cada lugar. Porém, você consegue imaginar uma praia paradisíaca japonesa? Certamente não: tropicais por natureza, nós brasileiros vamos viajar mentalmente para Ilhabela, ou Fernando de Noronha…

Mas o Japão, caso você não saiba ou não tenha reparado, é uma ilha, constituído de quatro grandes principais e outras – acredite! – 6 mil, sendo que apenas 426 são habitadas.

Em uma dessas milhares de ilhas menores está Ishigaki. O local é considerado pelo ranking TripAdvisor o destino que está mais em alta neste 2018. Também, pudera: seu cenário natural impressiona pelo vívido azul de seu mar, a brancura de sua areia, a transparência de suas águas.

Um destino tropical perfeito para quem busca explorar o mar e seus mistérios, com diversos corais coloridos, peixes e ativa vida marinha. Ali estão praias que são consideradas das mais belas do Japão e do mundo.

Entre os destaques do lugar está a praia de Kabira Bay. O ponto turístico é um dos mais fotografados pelos turistas, em um cenário deslumbrante. Mas, honrando as tradições milenares, templos não faltam em Ishigaki. Entre eles, o templo xintoísta – uma espiritualidade oriental, que significa “caminho dos deuses” – Gongen Do (fundado em 1.614, Torin-Ji e o incrível Tojinbaka: o telhado é ornado com os tradicionais dragões, que impressiona pela riqueza de detalhes e cores.

Então, fica o conselho: se você quiser viajar para algum paraíso, coloque na lista, junto com Caribe e Fernando de Noronha, a deslumbrante Ishigaki. Irasshaimase (seja bem-vindo, em japonês)!



Topo