Mundo

Macron diz que G7 deve discutir sobre incêndios na Amazônia

Na última quinta-feira (22/08), o presidente francês Emmanuel Macron declarou que a cúpula do G7 precisa discutir sobre as queimadas na Amazônia. O encontro não terá a presença do Brasil e está previsto para este fim de semana, em Biarritz, na França.

Em contra partida, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, rebateu as críticas do francês declarando que posicionamento dele “evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI”.

O G7 é composto pelas maiores potencias mundiais, sendo elas a Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido. Segundo a UOL, os negociadores dos países envolvidos estão discutindo “medidas concretas” para lidar com a crise na Amazônia.

Já o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, declarou que esta “profundamente preocupado com os incêndios florestais na floresta amazônica” e reforçou a ideia de que ela precisa ser protegida.

Famosos

As queimadas do Amazônia mobilizou a solidariedade de diversas personalidades internacionais, entre elas a cantora Lady Gaga, o ator Leonardo DiCaprio e o corredor Lewis Hamilton, além dos famosos aqui do Brasil, como Taís Araújo, Camila Pitanga, Bruna Marquezine e Anitta.



Topo