Manaus recebe 28 respiradores desenvolvidos pela USP

0
33

Manaus recebeu  já recebeu 28 respiradores desenvolvidos por um grupo de engenheiros da Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP) em parceria com a Marinha do Brasil.

O estado vive um colapso no sistema de saúde pública e com falta de oxigênio para pacientes internados com Covid-19.

O governo de São Paulo havia anunciado o envio de 40 desses equipamentos para Manaus.

Os 12 restantes deverão ser entregues após a fabricação. A previsão é que, até esta quinta-feira (21), equipes de dez hospitais recebam treinamento para operar os aparelhos.

O ventilador pulmonar foi criado por engenheiros da Poli em parceria com a Faculdade de Medicina da USP e com a Marinha do Brasil para suprir a necessidade de respiradores durante a pandemia do novo coronavírus. Formada por 200 pesquisadores, a equipe levou cinco meses trabalhando no projeto.

O respirador é fabricado no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP)  custa cerca de R$ 4 mil – os aparelhos comerciais mais baratos saem por R$ 15 mil.

Para auxiliar os profissionais  que vão operar esses respiradores, foi montada uma estrutura de treinamento à distância, com vídeos e manuais.

O aparelho foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).