Marcelo Segredo

Marcelo Segredo | Casa, carros, viagens, roupas e ruína

Decisões irracionais e impulsivas comprometem a vida da família

“A ansiedade é a doença do século”, indica levantamento do Instituto de Pesquisas e Orientação da Mente (IPOM). Segundo a entidade, 95% dos entrevistados no primeiro trimestre de 2016 em grandes centros urbanos afirmaram se sentir muito estressados. E mais: 87% declarou ansiedade em excesso e apresentar distúrbios como alergias (63%), gastrite (39%), úlcera (30%), herpes (29%), asma (15%) e fibromialgia (12%).

Como não bastasse, a ansiedade ainda é a principal responsável pela ruína financeira de muitos, já que ela leva as pessoas a comprarem por impulso o que não precisam, e pagando muito mais caro (fonte: Gazeta do Povo).

Organizar os ganhos e despesas faz bem à saúde

Outra pesquisa comprovou que o nível de conhecimento que uma pessoa tem sobre finanças tem relação direta com seu nível de ansiedade. Os pesquisadores Yoshihiko Kadoya e Mostafa Saidur Rahim Khan, realizadores do estudo, utilizaram dados da Universidade de Osaka, no Japão, sobre parâmetros de preferência. O recorte do levantamento considerou os entrevistados entre 40 e 65 anos.

O objetivo era medir a relação entre a alfabetização financeira e o índice de ansiedade.

A conclusão mais perversa

É a ansiedade que impede as pessoas de terem uma brilhante saúde financeira. Por exemplo: tudo que se compra a prazo tem juros abusivos, custa mais caro, e quem paga juros abusivos não consegue realizar sonhos e tem dificuldades em atingir a estabilidade financeira.

Tudo vai dar certo

A maioria das pessoas tem olhos apenas para o agora e acredita que amanhã tudo pode mudar para melhor, e as coisas não funcionam bem assim, principalmente aqui no Brasil. Para estudiosos, nossa tendência é tomar decisões financeiras irracionais e impulsivas.

Tudo na vida requer planejamento, não tem como fugir a essa regra. De casar a comprar um imóvel, passando pela viagem dos sonhos ou cursar uma pós-graduação. A lista das decisões financeiras importantes que uma pessoa toma ao longo da vida é extensa, porém os recursos financeiros geralmente são limitados e nem sempre as pessoas possuem conhecimento para gerenciá-los da forma sensata. Tanto é que apenas 4% dos brasileiros têm alguma reserva financeira.

Tomar decisões financeiras de forma irracional e intuitiva nos conduz a erros, e ter os olhos apenas para o agora é o principal deles, seguido por levar uma vida incompatível com sua renda, acreditando que tudo vai dar certo no final.

A grama do vizinho é mais verde

Vivemos escravos de padrões sociais. Preocupados em pertencer a determinados grupos, nos sentimos pressionados a comprar o que não condiz com nossa real condição financeira. Muitas vezes, para obter produtos é necessário recorrer ao sistema bancário, onde os juros abusivos corroem suas reservas e o impedem de concretizar seus projetos de vida. Essa é a realidade.

Em busca da fortuna perdida

Você trabalha, trabalha, e parece que o dinheiro nunca é suficiente. A não ser que você já tenha um grande patrimônio ou uma boa e estável fonte de renda, a única saída é a disciplina. Uma ação que você deve fazer agora, para reorganizar sua vida financeira, acabar com as dívidas e começar a saber qual o melhor destino para o seu rico dinheirinho: participe de uma Clínica Financeira. Pode ser individual ou em casal. É uma nova forma de reparar os erros cometidos com relação a dinheiro e colocar a vida no rumo certo. Um passo simples, mas que mudará de uma vez por todas seu padrão financeiro sem precisar arrancar os cabelos.


marcelo-segredoConsultor financeiro, palestrante, ex-presidente da ONG ABC (Associação Brasileira do Consumidor), criador da “Clínica Financeira” e “Casamento & Negócios”, diretor presidente da Marcelo Segredo Assessoria Empresarial
Fone: 3360-2902
site: www.marcelosegredo.com.br
e-mail: [email protected]



Topo