Marcelo Segredo

Marcelo Segredo / Juros Cheque Especial Santander

Como reduzir minha dívida no Cheque Especial em até 95%?

Você acha que os juros do cheque especial do Santander são abusivos? E como são! Ao lado do Banco Itaú, o Santander não só lidera a cobrança de juros abusivos no cheque especial, como também em seus empréstimos e nas renegociações de dívidas. Os juros do cheque especial Itaú tem girado na casa dos 14% ao mês enquanto os juros do cheque especial do Santander estão na casa dos 13,53%.

É possível reduzir dívida do cheque Especial em até 95%?

Sim, é possível, e sem a necessidade de entrar com ação revisional de juros.  Tudo depende de você procurar por ajuda no lugar certo, e não cair em armadilhas de assessorias que vendem milagres.

Primeiro Passo – Seu problema é financeiro e não jurídico, logo não deve procurar por uma assessoria jurídica (principalmente as que anunciam em rádios e TV) e sim por um perito contábil especializado em contratos bancários. A Associação Brasileira do Consumidor (ABC) conta com uma equipe de Peritos Contábeis especializados em contratos bancários e na redução dos juros abusivos.

Segundo Passo – Agende um horário e traga a documentação que tiver em mãos para ser analisada. O papel do perito contábil é analisar tudo, identificar as irregularidades e avaliar a melhor forma para resolver o problema com segurança e economia.

Terceiro Passo – A partir daí nós vamos te ajudar, não só a resolver o problema da sua dívida, como também vamos te ajudar a reorganizar-se financeiramente para que nunca mais aconteça isso. Nossas rotinas diárias desviam nossa atenção do controle financeiro, e como consequência nascem as dívidas. Mas com a nossa ajuda você ou a sua empresa estarão livres dessa situação.

Quarto Passo – 79% de nossos clientes saíram da situação de “devedor” para investidor. Isso mesmo! A Associação Brasileira do Consumidor tem como meta mudar a vida das pessoas. Enquanto estamos tratando o problema da dívida, nossos consultores irão te ajudar a reorganizar as finanças e iniciar sua vida em investimento, fora do sistema bancário é claro.

Usando informações do Banco contra ele mesmo

Com 25 anos de experiência no mercado, a Associação Brasileira do Consumidor desenvolveu uma metodologia própria de trabalho onde utilizamos informações distorcidas do banco para conseguir reduzir as dívidas em até 95%, e sem a necessidade de entrar com a famosa ação revisional de juros (gerando economia).

ABC Reduz Dívida sem entrar com ação judicial

Num caso recente nossos peritos reduziram uma dívida de cheque especial em mais de R$ 137.000,00 para apenas R$ 18.500,00 simplesmente cruzando informações do banco Santander junto ao Banco Central do Brasil. Ou seja, sem a necessidade de ação revisional de juros.

Você precisa entender que dentro do Spread bancário já existem margem de segurança para previsão de inadimplência de 35%. Ou seja, se o banco te cobra 10% ao mês de juros, desse total 3,5% de juros mensais são garantia de inadimplência.

Entendeu agora porque os bancos continuam lucrando mesmo na crise? Fora isso, todo prejuízo que uma empresa tem é deduzido do imposto de renda, ou seja, fora a garantia contra inadimplência do Spread Bancário, o banco também deduz a sua dívida do IR dele ficando assim no lucro, mesmo que o cliente não pague a dívida.

Como usar essas informações em meu favor?

Agende uma análise técnica com os peritos da Associação Brasileira do Consumidor. Seu atendimento poderá ser presencial, por e-mail, telefone ou pelo Skype. Atendemos todo território nacional.


marcelo-segredo

Consultor financeiro, palestrante, ex-presidente da ONG ABC (Associação Brasileira do Consumidor), criador da “Clínica Financeira” e “Casamento & Negócios”, diretor presidente da Marcelo Segredo Assessoria Empresarial Fone: 3360-2902 site: www.marcelosegredo.com.br e-mail: marcelo@marcelosegredo.com  



Topo