“Me deu uma coisa muito ruim, falta de ar, não sei explicar”, conta sertanejo Cauan após deixar a UTI

0
371

O cantor sertanejo Cauan Máximo, que faz dupla com Cleber, falou pela primeira vez após deixar a UTI onde estava internado para tratar Covid-19. O músico revelou que passou por momentos de muita tensão e teve medo de morrer. Seu estado chegou a ser considerado grave pelos médicos.

“Eu cheguei para o meu irmão e falei: ‘me ajuda, o que eu faço?’. Ali eu tinha certeza que não tinha mais saída. Me deu uma coisa muito ruim, falta de ar, não sei explicar”, contou na manhã desta terça-feira (25) em entrevista ao programa da Encontro, da TV Globo.

Cauan chegou a ter 75% dos pulmões comprometidos no momento mais delicado da internação.

Ele também falou sobre como foram os momentos em que passou na Unidade de Terapia Intensiva, onde ficou durante nove dias. “Na UTI a gente usava a máscara e um cateter de alto fluxo. Na enfermaria é esse oxigênio mais brando, bem leve. [Agora] eu consigo tomar banho, comer. O oxímetro acusa, mesmo fora do oxigênio, acusa parâmetros quase normais”.

Ele também confessou que no início da doença estava evitando ir ao hospital porque não queria ficar internado. “Sabia que ia ficar internado. Eu não queria ir, minha saturação estava abaixo de 93, respirava fundo, tentava puxar o ar para não ir, mas não teve jeito, tive que internar”, completou.

Os pais de Cauen também estão internados com Covid-19.