Zona Norte

Mercadão do Tucuruvi completa 70 anos

No dia 17 de julho, quarta-feira, o Mercado  Municipal Waldemar da Costa Filho, conhecido como  Mercadão do Tucuruvi, completou 70 anos. O empreendimento faz parte da história da zona norte e até fez parte de uma música de carnaval pela Acadêmicos do Tucuruvi.

Lembrado pela tradição e pelo contato com os clientes, os comerciantes trabalham há anos no estabelecimento. Um deles é o Juraci Paiva, que há 50 anos possui uma loja que vende artigos para aves e pets em geral. Ele destaca a tradição do Mercadão como lugar de compra das famílias: “antes viam os pais, passaram a vir os filhos e agora vêm os netos”.

O local é administrado pela Associação de comerciantes, em parceria com a Prefeitura de São Paulo. A presidente é a Helena Keiko Baba e destaca que o grande diferencial do estabelecimento é o atendimento:”Aqui o cliente não é mais um número, o cliente é um amigo“.

 A Helena declara que já conhecia o Mercadão do Tucuruvi por oferecer alimentos para os comerciantes. Atualmente ela tem uma loja de hortifruti e destacou as mudanças na estrutura do Mercadão “De uns tempos pra cá, o Mercadão melhorou muito. Fizemos várias melhorias [na estrutura] e a pintura do Mercado”.

Questionada se o Mercadão poderia acabar, ela afirma que não “O Mercadão não vai acabar, porque o Mercadão é qualidade. Você pode ver que nenhum outro mercado tem a qualidade que nós temos”.

De geração para geração

“Na verdade minha mãe começou aqui com o irmão dela” foi assim que a vendedora de aves e ovos, Emiko Origuchi começou a entrevista. Ela é sobrinha do Paulino da peixaria, figura que trabalha no Mercadão antes mesmo da mudança, ocorrida há mais de 50 anos.

Quando perguntada o que levou ela a trabalhar no Mercadão, a comerciante responde que cresceu no estabelecimento “Na verdade eu fui criada aqui dentro, desde quando minha mãe trabalhava eu já comecei a vir com ela”. Ela até tentou ter outra profissão, como ser professora de inglês e foi até o Japão, mas quando voltou para o Brasil, assumiu o negócio da família.

Atualmente a vendedora leva seu filho para ajudar no trabalho. Apesar dele estar estudando outra área na faculdade, o filho continua o legado da família de trabalhar no Mercadão do Tucuruvi.

Estacionamento

O único problema que os comerciantes destacaram do Mercadão do Tucuruvi é o estacionamento. Segundo a presidente da associação, se houvesse uma ampliação, mais pessoas iriam frequentar o estabelecimento. A comercianteOriguchi concorda com afirmação da Helena “A única coisa que não acompanhou o desenvolvimento da região, foi o estacionamento”.

História

Inaugurado em 1949, o Mercadão ficava na avenida Nova Cantareira, mas não no atual prédio. Após 20 anos o empreendimento se mudou para o atual galpão, que antes funcionava a antiga Tecelagem Santa Catarina é um dos mais antigos do bairro. Atualmente o Mercadão se destaca pela sua arquitetura e pela variedade de produtos que oferece.

Mercado Municipal de Tucuruvi

Fundado em 1949, o Mercado Municipal de Tucuruvi abriga 22 boxes e 14 bancas que oferecem diversos produtos. O espaço conta com estacionamento gratuito, caixa eletrônico e instalações sanitárias. O Mercado do Tucuruvi fica na Avenida Nova Cantareira, 1.686 – Tucuruvi. Seu horário de funcionamento terça-feira a sábado, das 8h às 19h e domingos e feriados, das 8h às 13h.

Foto: Lucas Abreu Antonio/Jornal SP Norte



Topo