Acontece

Metrô, ônibus e CPTM aderem a Greve Geral do dia 14/06

Sindicatos da categoria aderiram a Greve Geral que acontecerá na próxima sexta-feira, dia 14 de junho, contra a proposta da Reforma da Previdência. Em apoio a greve, deverão parar metroviários, ferroviários, ônibus de São Paulo, Guarulhos, Arujá e outras cidades da região metropolitana.

O presidente do sindicato dos rodoviários intermunicipais, interestaduais e internacionais, José Alves Couto, afirmou que durante a greve geral, não somente a frota de ônibus urbanos irão parar, como também a frota mínima.

“Nós vamos parar. Não tem percentual de frota mínima porque a greve é geral. Se o transporte vai parar é porque os outros setores também vão, então não é necessário ônibus na rua nem frota mínima”.

O Sindicato dos Metroviários articula para que as linhas 4-Amarela e 5-Lilás também sejam paralisadas. Segundo ele, a Justiça reconheceu na semana passada a representatividade do sindicato sobre estes trabalhadores.

“A decisão da greve já está tomada, estamos fazendo as reuniões setoriais e não existe nenhum clima na categoria de não querer realizar a greve, pelo contrário”. Comenta Wagner Fajardo, diretor do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, segundo o Diário do Transporte.



Topo