Brasil

Ministro do Turismo é suspeito de fazer caixa 2

Duas testemunhas prestaram depoimento à Polícia Federal na quarta-feira (09/10) sobre o envolvimento de Marcelo Álvaro, ministro do Turismo, por suposto caixa 2 na eleição de 2018. Por conta do depoimento, o Ministério Público Eleitoral pediu para que a Justiça determine a abertura de um segundo inquérito contra o ministro.

As testemunhas são duas mulheres. Ambas trabalharam na campanha de Marcelo Álvaro para deputado federal, em Conselheiro Lafaiete (Minas Gerais). Segundo a denuncia, elas foram contratadas por Ivanete Nogueira, vice presidente do PSL na cidade e responsável pela equipe de trabalho da campanha do atual ministro.

Marcelo já é alvo de inquérito que apura esquema de candidaturas de laranjas do PSL de Minas Gerais que desviavam verba pública da legenda. Ele foi o deputado mais votado do Estado.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil



Topo