PET

No Outubro Rosa, pets também precisam de atenção

Não apenas os humanos – com muito mais frequência as mulheres –, os cães e gatos também podem contrair o câncer de mama. E no mês do Outubro Rosa, a saúde dos pets também ganha espaço na discussão.

De acordo com veterinários especializados na doença, o método de prevenção mais eficaz e conhecido é a castração antes do primeiro cio. Porém, este não é método ideal, visto que o mais importante é manter-se sempre atento com seu bichinho.

A etapa mais significativa aos especialistas é o autoexame. É indicado que ao acariciar o animal, o dono preste atenção em deformidades nas mamas do cão ou gato, para que qualquer problema seja detectado com antecedência.

Uma vez que seja confirmada as deformidades, o dono deve levar seu animal doméstico a um veterinário e solicitar o exame laboratorial de citologia aspirativa. Confirmada a presença do tumor, o médico deverá avaliar os pulmões em busca de identificar se existe uma metástase pulmonar ou câncer de pulmão.

Se o veterinário não detectar nenhuma metástase, o tratamento será cirúrgico. Por isso, é de extrema importância que seja feito um acompanhamento periódico com o animal, em vias de identificar a anomalia o quanto antes. Uma vez que o vírus seja detectado precocemente, a chances de não haver necessidade do tratamento quimioterápico, aumentam consideravelmente.



Topo