Editorial

O Dia das Mães está em cada gesto

Todo segundo domingo de maio é celebrado o Dia das Mães. Nessa data expressamos nossa gratidão pela pessoa que, não só nos gerou em seu ventre, mas nos deu a vida e moldou nosso caráter. Por conta desse carinho, quando a data se aproxima os filhos querem retribuir, pelo menos um pouco, a gratidão que sentem. Não é a toa que esta é a segunda maior data para o comércio brasileiro.

Muitas vezes, por estar perto demais das nossas mães, não conseguimos enxergar o quanto ela é grande. Características marcantes como a paciência de nos ensinar o que é certo e errado, a insistência em nos empurrar “pra cima”, a atenção de nos entender quando nos expressamos em palavras ou com pequenos gestos, a acolhida quando tropeçamos e o amor que não cabe em si. Isso tudo não pode ser passado desapercebido.

Ser mãe vai muito além da biologia. O amor diário e o convívio de afeto entre as mães com suas criança e adolescente gera um laço tão profundo quanto a maternidade. Como o ditado fala, mãe é mãe, pois o que a define não é a capacidade de dar a luz, mas sim de colocar a vida de seu filho acima da própria. Essas são as mães de verdade! E aquelas que já partiram e nos deixam saudades. Lembranças de ternura e amor está na alma dos filhos que aqui ficaram, e que jamais as esqueceram.

Por isso que o Jornal SP Norte deseja a todas as mamães que seu dia seja repleto de carinho e afeto. Que esse sentimento transborde e se faça presente em todos os dias do ano! E para os filhos, que o presente seja aquilo que a palavra representa: PRESENTE! Esteja com sua mãe e dê aquilo que toda família sonha: o amor!



Topo