Games

O jogo do ano?

Days Gone é muito mais do que imaginamos

Pouco antes do lançamento de Days Gone, a grande promessa da Sony para este semestre, soou um tanto estranho para aqueles que já estão cansados de zumbis nas telas de casa. Afinal, entre séries na TV e tantos outros jogos de gênero pós-apocalíptico, este seria então mais um na lista. Só que não.

A Bend Studio deixou claro desde o início do game que a jogatina é objetiva, sem delongas e com aquele sentimento de busca por respostas logo de cara, quando somos colocados em um ambiente devastado após uma pandemia.

Cheio de desafios, Days Gone é frenético no momento certo e exigente na calmaria comum em gênero “tipo” RPG. Ou seja, nadamos entre os tubarões para, mais tarde, respirar na superfície.

A condução da trama é fantástica (com ótima dublagem) e muito bem escrita ao protagonista Deacon St. John, nosso personagem jogável apresenta sua “sofrência” por conta da separação de sua mulher, após dela ser resgatada da área contaminada sem o marido. Então, uma das buscas é encontrá-la também.

Apesar de ser um jogo de sobrevivência, Days Gone é diferente, exigindo uma administração expressiva no que diz respeito a controle de seus recursos como sucatas, querosene, garrafas, trapos, canos e outros materiais de uso, muito parecidos com The Last of Us.

Difícil é resumir este excelente material completo e realmente bom demais de se jogar. Mas para resumir, Days Gone tem elementos de Bioshock, Fallout, Zelda: Breath of the Wild, Horizon: Zero Dawn, The Last of Us, The Evil Within 2, The Witcher 3 e GTA. Quer mais?


Rafael Poliszuk é jornalista e trabalhou por mais de uma década com automobilismo real. Ou seja, nas pistas!

Tudo porque quando criança era fascinado por jogos do gênero. Com o reencontro da paixão digital, começou o projeto do qual surgiu a Poliszuk Relações Públicas, com experiência no site EuroGamer Brasil, Jornal SP Norte e outras mídias, onde desenvolve promoções e eventos. Agora, com a Zuk Experience, o jornalista prepara uma nova experiência. Aperte o play!  E-mail: rafael@poliszuk.com.br – Site: poliszuk.com.br



Topo