Pets não sentem mais fome no inverno

0
547

Você já reparou que durante o outono e o inverno nosso apetite aumenta? Isso ocorre em razão da falta de calor, causada durante essas estações do ano, e em razão disso, nosso corpo precisa de mais alimentos para manter-se aquecido.

No entanto, esse mesmo mecanismo funciona para cães e gatos?

A resposta é: Não!

Muita gente acredita que, assim como nós, os pets sentem mais fome durante o período mais frio, no entanto, o Brasil é um país tropical, onde o inverno tem temperatura mais amena, portanto, esse pensamento está equivocado.

Vale lembrar também as condições que a grande maioria dos pets vivem. Esses fatores tornam menos provável que a temperatura mais fria interfira no funcionamento do organismo do animal.

De acordo com o médico veterinário Flavio Silva, supervisor de capacitação técnico-científica da PremieRpet “A grande maioria de cães e gatos que têm abrigo possuem camas, roupinhas e cobertores, o que contribui para que eles mantenham a temperatura corporal estável”.

Em países que possuem um inverno mais rigoroso, o animal acaba tendo, de fato, um gasto energético adicional para manter a temperatura do corpo saudável. Entretanto, essa não é a realidade do Brasil.

Em razão da temperatura do pet estar estável, seu  corpo não gastará mais energia para manter-se aquecido, portanto “não há motivo para repor a energia com mais calorias”, esclarece o especialista, que destaca: “o tutor não deve oferecer alimento a mais”.

Oferecer mais alimentos ao cão ou gato, ao contrário de ajudar o pet, poderá levar a um quadro de sobrepeso ou até mesmo obesidade.

Foto: Shutterstock/Divulgação PremieRpet