Zona Norte

Pontes da Vila Maria e das Bandeiras precisam de atenção da Prefeitura, segundo IESP

Na última sexta-feira (31/01), o Instituto de Engenharia de São Paulo (IESP) divulgou que as pontes da Vila Maria e das Bandeiras, ambas da zona norte, precisam de atenção e reparos da Prefeitura de São Paulo.

De acordo com o Roberto Kopchen, diretor de Infraestrutura e Habitat do IESP, as duas pontes estão com deformações e problemas de infiltração que podem se agravar, caso a Prefeitura não tome uma medida urgente.

Ainda segundo Kopchen, a Ponte da Vila Maria precisa de reparos nas vigas deformadas. Já a Ponte das Bandeiras apresenta infiltração e carbonização.

Em março de 2019 a Prefeitura havia recebido do Ministério Público um pedido para interditar 14 viadutos da cidade de São Paulo. Na ocasião, a Justiça negou o pedido alegando que a gestão municipal estava “tomando as medidas adequadas para garantir a segurança dos cidadãos”.

Histórico

No inicio de 2019 a Prefeitura contratou uma empresa para fiscalizar as condições das pontes e viadutos da cidade. A medida foi tomada depois que o viaduto da Marginal Pinheiros cedeu. Após o levantamento, a gestão municipal iniciou as obras de reparos nas pontes com estruturas classificadas como emergentes, vale destacar que a maioria fica na zona norte:

  • Ponte da Casa Verde;
  • Ponte da Freguesia do Ó;
  • Ponte do Limão;
  • Ponte Jânio Quadros;
  • Viaduto da Marginal de Pinheiros;
  • Pontilhão Itaim;
  • Viaduto Miguel Mofarrej;

O que diz a Prefeitura?

Segundo a Prefeitura, o IESP não fez qualquer alerta sobre as situações das pontes à gestão municipal. Em nota, ela responde que em 2019 contratou emergencialmente “21 laudos estruturais de pontes e viadutos, que apontaram a necessidade de realização de obras, os trabalhos já foram concluídos”.

Em relação a Ponte das Bandeiras citada na matéria, a Prefeitura informou que um laudo estrutural “foi concluído em maio [de 2019] e não indicou a necessidade de obras emergenciais, motivo pelo qual os serviços serão contratados por meio da licitação pública, como determina a lei de licitações”.

Fonte: G1




Warning: A non-numeric value encountered in /home/jornalspnorte/www/wp-content/themes/jornalspnorte/footer.php on line 3
Topo