São Paulo

Prefeitura de São lança seu próprio aplicativo de táxis

Com o objetivo de atrair usuários de aplicativos, como Uber, 99 e Cabify, a Prefeitura de São Paulo lançou na segunda-feira (2/4) o aplicativo SPTaxi. Disponível para Android, o app não cobrará taxa do motorista nesta fase inicial e promete corridas com descontos de até 40% em relação ao preço do taxímetro.

O funcionamento é o mesmo dos concorrentes: o usuário define o endereço de destino e como deseja pagar. Depois é só confirmar a solicitação e aguardar o carro chegar. Por enquanto, o pagamento é feito diretamente ao taxista.

Descontos e maior agilidade

O diferencial do app são as faixas de desconto que o motorista tem opção em aderir, que variam de 10% a 40% sobre o preço do taxímetro, conforme disponibilidade e demanda no local e horário da corrida. Quanto mais desconto, maior a chance de fazer corridas.

No momento da chamada, o usuário pode escolher a faixa de desconto de sua preferência, já que os veículos cadastrados são agrupados conforme o desconto escolhido pelo taxista. Exemplo: se o passageiro quiser um desconto de 20%, ele selecionará essa opção no aplicativo, e os motoristas que tiverem ativado esse desconto visualizarão o pedido deste cliente.

Os passageiros também podem visualizar os veículos mais próximos ao pedir a corrida e estimar o valor a pagar. Outra vantagem é a agilidade nas corridas, uma vez que os táxis podem fazer uso dos corredores de ônibus e faixas especiais.

Melhora na qualidade de atendimento

Seguindo a mesma linha dos concorrentes, o SPTaxi também vai permitir que os usuários avaliem os motoristas, o que, consequentemente, resultará em uma melhora no atendimento. Os taxistas mais bem avaliados receberão prêmios da Prefeitura.

Além disso, haverá a questão segurança, já que os motoristas são previamente identificados e cadastrados e seus respectivos veículos passam por vistorias na Pasta.

Como usar o aplicativo

Os usuários e taxistas interessados em adotar o SPTaxi deverão utilizar smartphones com sistema Android 5.0 (no mínimo) e estar conectados à internet para o download (a partir da Play Store) e a utilização do aplicativo. A versão para sistema IOS deve estar pronta em poucos dias.

Com a plataforma, a Prefeitura terá a geolocalização de todos os táxis em operação cadastrados no aplicativo e poderá gerar dados para a administração municipal conhecer melhor o serviço de táxi na capital, sendo possível analisar a distribuição dos carros por região da cidade, por dia da semana e por horário. Os taxistas também poderão contribuir com a gestão da cidade, informando, por meio do aplicativo, os problemas encontrados pelo trajeto, como buracos, falta de sinalização e lixo.

O site www.sptaxi.prefeitura.sp.gov.br está disponível para cadastro prévio de taxistas e eliminação de dúvidas de motoristas e clientes.

O formato para a implantação do aplicativo na capital paulista vem sendo desenvolvido pelas equipes das secretarias municipais de Mobilidade e Transportes (SMT) e de Inovação e Tecnologia (SMIT), em conjunto com a Prodam. Vale ressaltar que o aplicativo estará em constante atualização, inclusive a partir de sugestões dos próprios usuários.



Topo