Prefeitura de São Paulo concede Complexo do Anhembi para empresa por 30 anos

0
45

A Prefeitura de São Paulo concedeu o Complexo do Anhembi, na Zona Norte da cidade, para gestão e exploração comercial pela iniciativa privada por 30 anos pelo valor de R$ 53,7 milhões.

A empresa GL Events deverá modernizar o complexo, e em contrapartida, poderá explorar comercialmente a área, que recebe feiras de negócios, congressos, convenções, shows e festivais, e que poderá contar com parcerias junto a agências bancárias, casas de espetáculo, farmácias, conveniências, hotéis e estacionamentos,

Além da outorga fixa de R$ 53,7 milhões, que é uma espécie de aluguel, o plano de negócios estimou investimentos da ordem de R$ 620 milhões durante o período de vigência do contrato. O edital também determinou que a concessionária pague 12,5% da receita operacional bruta para a Prefeitura, não podendo ser menos que R$ 10 milhões por ano.

Durante os 30 anos de concessão, a gestão Bruno Covas (PSDB) prevê um benefício de R$ 2,6 bilhões para os da cidade.. A ideia inicial do governo era vender a área.

Entre os investimentos previstos estão a requalificação do Pavilhão de Exposições, como a instalação de ar condicionado, a reforma no Sambódromo, e a ampliação e a diversificação de áreas locáveis, com o aumento da área do Palácio das Convenções.

A decisão foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (15).

Em outubro, a Prefeitura de São Paulo inaugurou uma área de lazer no Sambódromo.