São Paulo

Prefeituras Regionais recebem palestra sobre uso do Facebook

O Facebook tornou-se uma ferramenta básica para o envolvimento e engajamento com notícias e situações do dia a dia. Praticamente uma central única de informações, a rede social desperta admiração e espanto por suas possibilidades, indo da capacidade de agregar informações e discussões, a ter suas práticas consideradas abusivas.

Para tanto, o Facebook recentemente lançou iniciativas para evitar a disseminação de notícias falsas e evitar os sectarismos – este último muito em parte pelos algoritmos que mostravam apenas o que nos interessava, criando uma “bolha virtual”. O Brasil possui 114 milhões de usuários ativos, e 108 milhões acessam a rede social todos os dias.

Outras ações são tomadas pela rede social de Mark Zuckerberg juntamente com órgãos privados e públicos. Uma dessas ações foi realizada com a Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, na última sexta-feira. A palestra realizada na Secretaria mostrou a importância do uso das redes sociais para a interação e aproximação com as comunidades, além de criar uma forma de transparência com esses públicos.

“As pessoas querem participar do dia-a-dia, dos bastidores. Querem fazer partes de momentos que não conseguem acompanhar pela televisão, pela rádio. É preciso não se intimidar com as críticas, afinal elas são uma oportunidade de mostrar os bons serviços prestados pelas Prefeituras Regionais”, afirmou Murilo Laranjeiro, Diretor de Políticas Públicas do Facebook.

É um tipo de iniciativa que encontra eco no que o Prefeito João Doria (PSDB) está realizando em sua página na rede social. Como um reality show, o dia a dia do mandatário é mostrado em vídeos, fotos e postagens – incluindo a gafe cometida (assista abaixo) na manhã de ontem (26). Doria, antes de ir para o mutirão Calçada Nova, afirmou que a Lapa é “um bairro da Zona Norte”, quando na verdade é da Zona Oeste. Evidentemente, foi alvo de críticas e memes. O Prefeito, já no local, desculpou-se em nova postagem.

Bom dia, pessoal. Domingo de sol tomando café da manhã ao lado da Bia e me preparando para o Mutirão Mario Covas – Calçada Nova. São Paulo não pode parar. #AceleraSP #JoãoTrabalhador #MutirãoMarioCovas #CalçadaNova

Posted by João Doria on Sunday, March 26, 2017

Voltando à palestra, Deborah Delbart, especialista na rede social, enfatizou que é preciso inserir o cidadão no contexto de onde vive, elencando os meios disponíveis no Facebook para este fim: fotos, vídeos e a nova “queridinha” do Facebook, a transmissão ao vivo. “As pessoas tendem a consumir e interagir com produtos mais leves, conteúdos palpáveis. Com um material adequado é perfeitamente possível aumentar o alcance orgânico de cada órgão. Fiquem preocupados em gerar engajamento, com as pessoas interagirem com sua página e serem respondidas”, afirmou Deborah.

É fundamental que os órgãos públicos deem atenção especial à web. Essa iniciativa com as Prefeituras Regionais é um início, e complementa o trabalho já realizado pela imprensa regional ao divulgar informações da maneira mais clara e rápida aos moradores. Porém, é preciso cautela: rapidez não significa, necessariamente, qualidade. Quantidade também não significa que há muito trabalho.

Com as pessoas cada vez mais conectadas – principalmente com smartphones nas mãos a qualquer momento – é necessário (e um tanto urgente) que a Prefeitura de São Paulo modernize seus conteúdos web: o site oficial da Prefeitura é um sem-fim de problemas de acesso, páginas com visual e funcionalidade ultrapassadas, vários erros de direcionamento e leitura pouco clara – principalmente as páginas internas, de Secretarias (salvo a de Educação, com um site próprio e melhor estruturado) e Prefeituras Regionais.

Se João Doria, como pregou em campanha, preza pela gestão, eficiência e inovação, precisa dar atenção especial a esta plataforma de acesso. Vídeos no Facebook geram curtidas e comentários, mas não são o suficiente para a boa (ou necessária) informação do paulistano.

fonte/foto: Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais

Topo