Zona Norte

Projeto quer mapear artistas e espaços culturais da região

Se você é artista, produtor cultural ou proprietário de algum espaço cultural ou de eventos, não pode ficar de fora doMapeamento Cultural da Zona Norte .

A proposta é mapear toda a movimentação cultural da Região, levantando o maior número possível de artistas e técnicos de arte. O objetivo é promover o mercado cultural e criar um espaço favorável para identificar, inovar, gerar negócios e contribuir para o desenvolvimento dos segmentos artísticos.

À frente do projeto, está o ator e produtor cultural Amilton Ferreira, morador da região e um dos criadores do Agito Cultural da Zona Norte.

Indiscutivelmente a cultura é fundamental na formação de qualquer indivíduo. “Ela nos faz conhecer mais sobre a história universal, a história de nosso país, e a nossa própria existência”, diz o produtor.

Entretanto, o que mais chama atenção é sermos tão pouco ativos culturalmente; quase não vamos a bibliotecas públicas nem visitamos museus. A espetáculos de teatro, dança ou ópera vamos muito pouco. “Aliada àfalta de hábito,falta também estimular o ensino cultural nas escolas, falta a divulgação dos acontecimentos culturais em bairros, o estímulo aos artistas regionais, falta o governo e a sociedade em geral, olharem para a cultura como um bem essencial”, declara Amilton.

Pensando nessa questão, foi criado o projeto Mapeamento da Cultura da Zona Norte de São Paulo. “Queremos identificar quem são os artistas e produtores da região, e quais os espaços que temos dedicados à cultura. Temos que reverter esse quadro, trazer a cultura para a zona norte, e criar o hábito no público, que ao invés de atravessar a ponte para assistir a bons espetáculos na zona central, poderá usufruir de cultura de qualidade aqui mesmo, pertinho de casa”, conclui Amilton.

Quem estiver interessado em participar do mapeamento, deve enviar um e-mail para amilton.ferreira@gmail.com, para que o material possa ser divulgado.

Quem pode se cadastrar:

Artistas, técnicos, produtoresculturais, profissionais da capoeira, gastronomia, áudio visual, literatura, web design, artes circenses, grupos de teatro e dança, artesanato, artes plásticas e quaisquer outras manifestações artísticas. Locais como: teatros, auditórios, espaços culturais, bares, praças, restaurantes, buffets, entre outros.



Topo