Saúde fará testes de HIV durante a 25ª Parada do Orgulho LGBT+ neste domingo

0

Sob o tema Ame+, Cuide+, Viva+, a cidade de São Paulo recebe, neste domingo (6), a 25ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ que, pela primeira vez em sua história, aborda diretamente uma questão de saúde pública: a epidemia de HIV/Aids. Devido às ações de controle da pandemia de Covid-19, pelo segundo ano consecutivo, o evento será realizado virtualmente. A Coordenadoria de IST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estará presente em uma das poucas ações presenciais da Parada: a testagem rápida para identificação do HIV.

A atividade será realizada das 11h às 15h, com término do cadastro meia hora antes do fim dos testes, no Elevado Presidente João Goulart, o Minhocão, próximo à Estação de Metrô Marechal Deodoro. Um veículo adaptado para realização de testes estará no local para atender ao público interessado.

A ação contará com duas tendas para dar o resultado do teste e assim evitar que mais do que duas pessoas sejam testadas dentro do veículo ao mesmo tempo. Serão utilizados separadores de fila para garantir uma distância entre as pessoas e não permitir aglomerações.

O tipo de teste rápido utilizado será por punção digital, para, dessa forma, evitar que o cidadão tenha que retirar a máscara, o que acontece com os kits que utilizam fluido oral. O procedimento é rápido, simples, seguro e sigiloso. O resultado sempre é dado por um profissional da saúde em local isolado.

Em caso de teste reagente, será realizado um segundo exame confirmatório. Em caso novamente positivo, a pessoa será orientada a buscar uma unidade de saúde especializada em IST/Aids para o início do tratamento. A equipe que realiza ação extramuros fará o acompanhamento desta pessoa até que ela seja acolhida na unidade de escolha.

Além dessa ação de testagem, serão colocados à disposição do público preservativos externos (também conhecidos como masculinos) e internos (femininos), bem como sachês de gel lubrificante e autoteste para HIV.

Alegria e saúde na web
A programação, que une arte e saúde, foi elaborada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo para os 25 anos do evento e será transmitida ao vivo, das 14h às 22h, pelo canal da APOLGBT no YouTube. Estão previstos shows, entrevistas no estúdio e vídeos gravados com representantes de governos, sociedade civil e organizações internacionais multilaterais, como o Programa Conjunto das Nações Unidas para a Aids.

A coordenadora de IST/Aids da cidade de São Paulo, Cristina Abbate, participará da programação on-line com o tema Aids e qualidade de vida. Durante todo o mês de junho, serão realizadas ações de comunicação nas redes sociais para reforçar as questões da diversidade sexual e de gênero e a prevenção das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e ao HIV/aids.

Ainda na programação, uma segunda ação de testagem está programada para o dia 27, também um domingo, para lembrar o Dia Mundial do Orgulho LGBT, data celebrada em 28 de junho.

SERVIÇO
25ª Parada do Orgulho LGBT+
Domingo, 6 de junho
Testagem de HIV
Das 11h às 15h (cadastro termina meia hora antes do fim dos testes)
Estrutura montada no Elevado Presidente João Goulart, o Minhocão, próximo da Estação de Metrô Marechal Deodoro
Transmissão AO VIVO
Das 14h às 22h, no canal da APOLGBT no YouTube