Zona Norte

Serviço de patinete chega à Zona Norte

A partir de hoje, dia 12 de junho, a empresa Grow irá iniciar uma nova operação de patinetes elétricas na Zona Norte. O local em que o serviço será prestado abrange uma área de 12 km². Os modais terão a disposição as ciclovias das avenidas Braz Leme e Luiz Dumont Villares. O aluguel custa R$ 3 para ativar o sistema e mais 50 centavos por minuto.

O espaço escolhido atende os bairros de Casa Verde, Limão, Santana, Carandiru, Jardim São Paulo, Parada Inglesa e Vila Guilherme. Na área, o praticante das patinetes contarão com o Parque da Juventude, o shopping Center Norte, o Anhembi e cinco estações de Metrô.

Para o nosso colunista e vereador de São Paulo, Police Neto, os novos meios de locomoção vão “além de ser uma opção não poluente para se deslocar na cidade, oferece uma alternativa real a ficar preso num congestionamento”.

O vereador ainda coloca que esse movimento faz parte de uma tendência mundial chamada de micromobilidade. “Se pensarmos nos micromodais como um todo -desde uma caminhada a andar de bicicleta ou patinete – eles servem para atender os deslocamentos de maneira única e individual” comenta.

As regras para a modalidade são:

  • O transporte de passageiros, animais e cargas em patinetes será proibido;
  • Proibição da circulação nas calçadas;
  • Patinetes só poderão circular em ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas ou ruas com limite de velocidade de até 40 Km/h;
  • A velocidade máxima do patinete será de 20 Km/h.

O Vereador ainda comenta que, por conta da preocupação da gestão, o projeto de lei sobre Rede Integrada de Micromobilidade pode avançar na Câmara Municipal e ajudar a formular uma melhor política pública. Saiba mais na coluna de Police Neto sobre “Zona Norte entra no radar dos serviços de compartilhamento de bicicletas e patinetes”.

Foto: Governo de SP

 



Topo